Lidera Geral

8 tipos de funcionários e suas características principais

Na hora de uma contratação na empresa, mais do que a escolaridade, a experiência e o conhecimento técnico, é essencial analisar o perfil comportamental do profissional que deseja integrar o time.

Existem alguns tipos de funcionários que são fundamentais para o bom andamento da organização; já outros possuem pontos falhos que podem prejudicar a equipe inteira.

Conheça no post de hoje 8 tipos de profissionais e veja como sua presença pode influenciar no desempenho de um negócio!

1. Os proativos

Ter atitude e se antecipar é a especialidade desse tipo de funcionário. Eles não esperam receber ordens para realizar um trabalho quando percebem a demanda. Também se esforçam para encontrar a solução dos problemas antes que eles cheguem ao conhecimento da liderança.

Além disso, um funcionário proativo tenta adquirir mais conhecimento em todas as situações, inclusive buscando experiência e entendimento sobre a área de atuação de seus colegas, de modo que esteja preparado para situações adversas.

2. Os influenciadores

Algumas pessoas têm o dom de influenciar as outras que estão ao seu redor; a questão é que isso pode ser tanto para o bem quanto para o mal.

Um funcionário influenciador que inspira os outros, os encoraja e ajuda é bastante benéfico para a equipe. Ele não diz o que os outros devem fazer, mas dá exemplos com suas próprias atitudes e leva-os a agirem também.

Por outro lado, há o tipo de funcionário que influencia, por exemplo, com pessimismo. De tanto dizer que algo não vai dar certo, acaba levando os outros a acreditarem naquilo e sentirem-se desmotivados para a ação.

3. Os que sabem trabalhar em equipe

Este tipo de funcionário tem boa habilidade de comunicação e se destaca por saber administrar conflitos e por conseguir conquistar a confiança dos colegas. São colaboradores humildes, que reconhecem quando não possuem capacidade para executar determinadas tarefas e não hesitam em pedir ajuda.

Ter funcionários assim garante um ambiente de trabalho mais saudável, em que um profissional valoriza o outro e juntos ampliam a motivação de toda a equipe. As pessoas que possuem essa característica costumam ser líderes melhores, o que é bastante positivo para a empresa.

4. Os desorganizados

Esse é um tipo de funcionário que pode ser bastante prejudicial para toda a empresa. O colaborador desorganizado costuma perder compromissos e prazos, além de se atrasar para o expediente ou para reuniões importantes, já que não é bom em gerenciar o seu tempo.

O funcionário desorganizado também não consegue manter sua agenda em dia, prejudicando o andamento dos processos em que está envolvido. Além disso, tende a acumular objetos e papéis em sua mesa de trabalho, tendo dificuldade de localizar documentos importantes.

5. Os mentirosos

Esse é outro tipo de funcionário que pode afetar negativamente o trabalho de toda a equipe. O funcionário mentiroso promete entregar tudo para todos, mesmo sabendo que não conseguirá cumprir os prazos combinados.

Ele não admite quando erra, fazendo com que a solução de um problema seja mais demorada, por não assumir sua responsabilidade ou não colaborar com a resolução do caso.

6. Os criativos

Esses profissionais não são apenas aqueles que estão ligados aos processos criativos de uma empresa. Aliás, a criatividade é importante em qualquer negócio, o que independe da área de atuação da companhia.

Geralmente, os criativos são pessoas curiosas em um bom sentido. Ou seja, eles perguntam quando têm dúvidas, se esforçam para aprender quando não sabem alguma coisa e passam isso para a equipe.

Além disso, eles costumam aceitar desafios; não esperam que outra empresa tome uma ação para copiar — eles mesmo criam. O que nos leva a outra característica fundamental e bastante positiva: o alto padrão de seus trabalhos. Como sabem que o nome deles está envolvido, se esforçam para garantir o máximo de qualidade em tudo o que produzem.

No entanto, em contrapartida, os criativos têm uma característica que pode ser negativa em alguns momentos: eles não têm medo de experimentar. Consequentemente, se houver erros em sua atuação, todo o processo pode sair prejudicado.

7. Os organizados

A organização é fundamental dentro de uma empresa. Os profissionais que possuem essa característica são bastante requisitados, pois tendem a ser mais focados e apresentar resultados mais consistentes de seu trabalho, já que avançam passo a passo nos processos.

Eles também costumam ter ferramentas que os ajudam na organização, o que leva a terem maior controle do que fazem. Ademais, sabem lidar com as prioridades do seu trabalho, ou seja, não perdem tempo com tarefas que não são urgentes ou não são de sua responsabilidade.

Essa preocupação com as coisas mais importantes reflete diretamente na opção por fazer as atividades de maneira mais simples. Logo, a procrastinação não faz parte do seu dia a dia, pois eles têm tudo planejado e seguem um roteiro predeterminado.

No entanto, os organizados demais tendem a ter dificuldades em se adaptar a mudanças, pois não saem de sua zona de conforto e do que foi planejado. Ou seja, eles acreditam que a mudança pode prejudicar todo o trabalho, o que não é verdade, visto que ela pode até mesmo otimizar os processos.

8. Os vaidosos e faladores

Falar muito nem sempre está atrelado proporcionalmente à ação. O profissional vaidoso e falador costuma se gabar o tempo inteiro, quer ser sempre o centro das atenções e por vezes se torna repetitivo, pois o reconhecimento para ele é como um troféu. Logo, fica incomodado quando um colega é elogiado.

Aliás, como já mencionamos, ele fala mais do que age, ou seja, o seu trabalho nem sempre tem tanta qualidade quanto ele acredita. Isso consequentemente o cega; ele é tão autoconfiante e gosta tanto de reafirmar o seu trabalho, que não acha que precisa melhorar, tornando-se pedante diante dos colegas.

Outro ponto importante a ser destacado é a sua dificuldade de trabalhar em equipe; como fica incomodado com o outro colega recebendo elogios, ele tende a colocar defeito no trabalho dos outros. Isso prejudica bastante a harmonia do grupo como um todo, visto que ele estará sempre pronto a fazer críticas não construtivas.

Como foi possível ver, alguns tipos de funcionários têm muito o que agregar, mas outros devem ser evitados. Por esse motivo, é importante estar atento e sempre prover feedback aos funcionários que começarem a apresentar excesso, para que eles possam melhorar e ascender na carreira.

Se você gostou do nosso conteúdo sobre os diferentes tipos de funcionários, gostará de aprender mais sobre liderança no nosso artigo que traz uma lista com os melhores livros para os líderes!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *