asasdh

4 tendências da gestão em 2022

Com o vai e vem, das novas ondas, que cercam o Covid19, nossos clientes sempre questionam minha opinião referente à esta incerteza. Na verdade, não tenho uma opinião formada. O que realmente faço é observar os movimentos, me proteger e viver no AQUI e AGORA. 

Já faz muito tempo que não crio expectativas para as coisas e acredito que devemos seguir, fazendo o que está ao nosso alcance AGORA, criando assim, o nosso futuro. 

O que está bem claro é que o trabalho já não é mais um LUGAR e que as empresas estão começando a entender que apesar do grande crescimento tecnológico, o primordial, são as pessoas.

Estou com olhar de muito interesse às quebras de barreiras com o trabalho descentralizado, autônomo, remoto, assíncrono, por objetivos em qualquer lugar do planeta, desenvolvendo o talento, a diversidade e a igualdade de oportunidades. 

Enfim, estamos na “Era do Novo Trabalho”! 

Também é importante pensar que estamos saindo do choque psicológico e do estágio de bloqueio, do inicio da pandemia. Pensar assim é importante para se manter focado, presente e produtivo e deixar de tentar criar uma falsa sensação de certeza.

Realmente temos que aceitar que as coisas estão difíceis, e provavelmente vão ficar assim por mais algum tempo, mas que eventualmente as coisas vão melhorar. E, enquanto isso, concentre-se em melhorar as coisas que estão sob seu controle.

Pensar assim é importante para se manter focado, presente e produtivo. Precisamos deixar de tentar criar uma falsa sensação de certeza.

Como diz a celebre frase: “Na ausência de certeza, a clareza pode ser um bálsamo calmante”. 

Acompanhe as 4 tendências da gestão em 2022.

Como líderes temos que nos dedicar para a sustentabilidade com as pessoas. 

As empresas estão querendo descobrir um método eficiente para reter talentos e não demitir em massa. Você já parou para perguntar quais são as expectativas delas? 

Lembre-se, estamos na Era do Novo Trabalho e as pessoas, mais do que nunca, querem ser ouvidas, elas não querem que um pequeno grupo, de acionistas ou diretores da empresa, decida o futuro delas.

Elas devem fazer parte das decisões relacionadas a elas e à família delas. Experimente perguntar para os integrantes da sua equipe, como a família deles estão e depois venha aqui me contar. 

Mensurar resultados tendo foco nas coisas simples 

Você deve descobrir o nível de prioridade que as pessoas dão a uma ideia ou a um problema, aquele problema que a “empresa” estava enxergando como uma cobra, pode ser apenas uma corda enrolada e que estava confundindo sua visão. 

Você pode usar ferramentas de pesquisas do próprio drive com o uso de termos específicos em suas comunicações internas ou indagando as pessoas pessoalmente, em reuniões rápidas, em pé e organizadas de 10 a 15 minutos. 

Em seguida, você deve criar hábitos, que é o passo que a maioria das empresas ignora. A maioria das iniciativas de mudança falha devido à incapacidade de mudar os hábitos do dia-a-dia e isso deve ser feito com foco nas coisas simples. 

Você pode usar uma nova abordagem que incentiva a adoção de novos hábitos, como gincanas e campeonatos internos e ter sistemas simples, para ser medidos qualitativamente. Uma ferramenta como um CRM gratuito pode lhe ajudar.

Com isso em pratica, as organizações podem medir o impacto de suas intervenções internas, ajustando-as e melhorando-as à medida que avançam. 

Se não pudermos relatar mudanças reais, medindo, os esforços não vão servir para NADA e o retrabalho aumenta. 

Evite surpresas e aceite o trabalho hibrido, ele veio para ficar.

Alguns também nos perguntam, quando acreditamos que todos voltarão ao escritório. 

Na minha opinião, isso é coisa do passado, porque já existem muitas vantagens no trabalho híbrido. 

As empresas podem recrutar de forma mais diversificada, reformular práticas antiquadas de integração e fornecer autonomia aos trabalhadores com horários flexíveis. Em 2022 começaremos a ver esses dados chegarem com mais precisão e os lideres confiarão neste modelo de uma vez por todas. 

O importante é focar nos resultados e pensar em como iniciar um novo programa de exercícios e controle da saúde mental. O início de algo novo que exige muito trabalho pode parecer ruim, mas ao contrario do que podem pensar, será incrivelmente bom para as pessoas e empresas. 

O trabalho híbrido é assim; parece ruim, mesmo que seja realmente bom. Mas obter o híbrido certo, coloca empresas e pessoas na melhor posição para se adaptar rapidamente a qualquer coisa que surja no caminho. 

Simplificando, as práticas de trabalho flexíveis são a nova estratégia de preparação para desastres.

Pesquise talentos atuais e do futuro 

2022 continuará sendo o enigma do talento. As empresas continuarão lutando para preencher as vagas de emprego e os funcionários continuarão a se demitir em massa. Mas se a pandemia nos ensinou alguma coisa, é que sempre há uma luz no fim do túnel. Os talentos podem perceber onde encontrar o que realmente lhes fazem felizes e, as empresas, por sua vez, começam dar mais valor às pessoas e descobrir que são tudo o que têm e o que precisam para prosperar, levando em conta a potencial falta de talentos no mercado de trabalho. 

E assim vamos atravessando as incertezas e lembrando do que realmente importa. 

Estar pronto, disposto e ser capaz de se adaptar mais rapidamente a praticamente qualquer coisa é talvez a habilidade mais crítica de que todos precisamos agora.

Aonde você quer chegar? Agora você tem Asas!

Sem comentários
Postar um comentário