Dicas para organizar melhor o seu tempo

Com a quantidade de informações que recebemos diariamente e tarefas que precisamos realizar, temos a impressão de que o tempo está passando cada vez mais rápido.

Essa sensação muitas vezes nos provoca sentimentos como a ansiedade. Ficamos tão acelerados e ofegantes que parece que patinamos em um mesmo ponto e não conseguimos concluir tudo aquilo que de fato deveríamos.

Temos nos frustrado porque não achamos nosso dia produtivo ou satisfatório. E isso acontece por um motivo: má gestão do tempo.

Direcionamos horas preciosas desse dia que poderia ser repleto de realizações para coisas dispensáveis ou simplesmente nos sobrecarregamos com inúmeras atividades não planejadas.

Para mudar esse cenário é preciso organizar melhor o tempo. Pensar sobre a rotina. E então, pouco a pouco, o que merece foco ganha a atenção que deveria ter e o dispensável é deixado finalmente de lado.

Como você usa o seu tempo?

Antes de começar a organizar o tempo, é importante refletir sobre como ele está sendo usado.

Essa reflexão trará respostas para que a rotina seja mais facilmente controlada e torna possível a classificação das atividades em:

  • Urgentes
  • Importantes
  • Pouco relevantes

E aqui é importante pensar sobre tudo mesmo. Até naqueles minutos em que a atenção é voltada para as redes sociais, porque a princípio eles parecem inofensivos, mas podem prejudicar muito mais do que parecem.

Perceba o que faz você perder o foco e que consequentemente te faz direcionar energias para os pontos errados, como as atividades pouco relevantes.

Questione-se: o quanto as suas 24 horas estão sendo produtivas?

Agora, planeje e organize

A semana, se possível o mês e sempre o dia.

Coloque todas as suas tarefas por ordem de prioridade e as realize de acordo com essa classificação.

Limite um tempo para cada uma dessas tarefas. Coloque metas (reais) de tempo para si mesmo, isso o ajudará a se organizar ainda melhor.

Tenha sempre o seu planejamento em vista para não se perder, caso contrário, você corre o risco de dar atenção novamente para aquilo que é pouco relevante e mais uma vez perder a noção do seu tempo.

Esse planejamento e organização te ajudam inclusive no momento em que surgirem as urgências, porque sim, é impossível viver longe delas.

Quando você tem tudo devidamente organizado e isso quer dizer, que cumpre os prazos consigo mesmo, fica mais tranquilo para resolver as urgências, pois consegue tempo para dedicar-se a elas.

Lembre-se: bem-estar é tudo

É muito importante desenvolver uma rotina saudável para que você seja capaz de aproveitar o seu tempo da forma mais produtiva e eficiente possível.

Ter um planejamento e saber que precisa conclui-lo diariamente não significa acordar às 6h da manhã e já começar a responder aos e-mails. Uma rotina assim pode te desgastar rapidamente.

Acordar cedo, tomar um café da manhã saudável e se possível realizar atividades físicas nesse primeiro horário do dia, como uma simples caminhada, ajudam a melhorar a sua performance.

Inclua no seu planejamento: tenha todas as manhãs (ou na maioria delas) um tempo para si mesmo. Um período de bem-estar, de cuidado, pois, isso te dará forças e energia para concluir com excelência todo o resto.

Conheça seus limites e aprenda a dizer não

Não faça uma lista enorme de tarefas, seja o mais realista possível, pois não adianta adicionar milhares de itens e não conseguir cumpri-los em razão do tempo que você tem disponível para eles.

Outro ponto muito importante é aprender a dizer não, por mais difícil que seja. Não abrace o mundo, conheça seus limites, até onde você consegue ir? Respeite isso.

Com essa consciência será mais fácil organizar o seu tempo de forma satisfatória para você mesmo. Não se sobrecarregue.

Conclua suas tarefas

Sabe aquele famoso e persistente pensamento de: amanhã eu faço? Abandone-o, pois é ele que faz com que você crie um acúmulo de pequenas coisas prejudicando o seu planejamento e organização.

Pequenas coisas acumuladas tornam-se grandes obstáculos na hora de organizar o seu tempo.

Busque fazer um check list de suas atividades, isso te trará mais estímulo para seguir em frente e te mostra um plano geral do que já foi feito e do que ainda precisa ser realizado.

Mantenha seu escritório organizado

Ter tudo aquilo que você mais precisa sempre em vista e de fácil acesso faz com que você não perca tempo procurando coisas.

Deixe tudo sempre o mais organizado possível – pastas de documentos etiquetadas, gavetas específicas para cada item. Facilite o desenvolvimento de suas atividades.

Faça intervalos entre uma tarefa e outra

Todas as vezes que conseguir, faça intervalos de 10 minutos a cada 2 horas para respirar fundo ou tomar um chá (apesar de o café ser a bebida preferida da maioria das pessoas, quando é consumido em altas quantidades mantém o corpo muito acelerado, e isso pode causar sensações de ansiedade).

Pode parecer pouco, mas esses minutinhos te ajudam a distrair. A dar uma pausa na mente, a recuperar o fôlego para seguir com as outras tarefas. Mente cansada é pouco produtiva.

Tenha um tempo específico para fazer o que você gosta depois do expediente

Procure por um hobby, marque de jantar com os amigos, ou simplesmente não faça nada. Não preencha seu dia apenas com obrigações, porque possivelmente você se desgastará muito mais rápido.

Fazer aquilo que você gosta te ajudará a recarregar as energias para começar o dia seguinte a todo o vapor.

Aproveite também os finais de semana. Nesses períodos tente se desconectar o máximo possível de pensamentos relacionados ao trabalho. Procure fazer o que te deixa feliz!

Entenda que o seu tempo é valioso

Quando você entender verdadeiramente o quanto o seu tempo é valioso, não o desperdiçará com aquilo que é desnecessário.

Não adianta brigar com as horas, é preciso saber usá-las ao seu favor e se dedicar ao que é realmente importante e relevante.

Por isso, tenha foco. Quando estiver fazendo algo, esteja presente naquele momento e não dando aquelas olhadinhas nas redes sociais.

Você precisa mesmo estar o tempo inteiro desbloqueando o celular para ver se chegou uma nova mensagem? Determine um tempo para isso também.

Aproveite as suas 24 horas da melhor forma que puder. Organize o seu tempo!

A verdadeira importância do trabalho em equipe

O trabalho em equipe surge em nossas vidas ainda na infância. Nas brincadeiras do colégio ou os com os amigos na hora do lazer, formamos times para vencer o adversário e alcançar um propósito comum.

Por mais inocentes que sejam as brincadeiras da infância, é exatamente nesse período tão importante de nossas vidas que temos o primeiro contato com aquilo que significa grupo.

Nessa fase, alguns já conseguem entender a importância de uma equipe e outros têm uma grande dificuldade. Para esses últimos, é preciso dizer que esse assunto deve ser superado.

Atualmente, saber lidar com um grupo e a trabalhar em equipe tem sido exigido como competência por muitas empresas, e se você tem o objetivo de prosperar em sua carreira profissional, então, precisa saber sim trabalhar em equipe.

Veja a verdadeira importância de trabalhar em conjunto e entenda o porquê de “juntos chegamos mais longe”.

O individualismo aniquila o trabalho em equipe

Todos querem um espaço para se destacar e um momento para que o líder olhe e diga “nossa, que trabalho incrível você acabou de fazer”. Um elogio assim pode ser entendido como uma oportunidade de promoção e ao mesmo tempo alimentar o individualismo.

Um bom líder sabe reconhecer cada bom trabalho de seus colaboradores sem que isso alimente nenhum tipo de individualismo. Então, não pense que o fato de você trabalhar em equipe vai prejudicar o seu crescimento dentro da empresa ou dificultar que você seja promovido. Muito pelo contrário.

A sua participação para o alcance de resultados com certeza será vista e valorizada, mesmo que em sua equipe existam outras pessoas. Portanto, não crie barreiras dentro de si, não seja individualista.

Nem você e nem seu colega ao lado são as melhores pessoas do seu time, cada um colabora com ele de uma forma diferente.

Cada um com a sua competência e todos juntos com a maior delas

Acabamos de falar que nem você e nem seu colega ao lado são as melhores pessoas da sua equipe de trabalho. Isso quer dizer que você tem suas incríveis competências e ele as dele. Mas, se vocês trabalharem juntos e somarem essas competências, então terão a maior delas: o resultado alcançado.

Neste exemplo, estamos falando de apenas duas pessoas. Agora imagine em um grupo de sete ou oito se todas as competências forem somadas. O resultado com certeza será incrível, não é mesmo?

Quando unimos nossas competências as de outras pessoas formamos uma equipe vencedora, onde cada um pode colaborar do seu jeito para que todos alcancem o mesmo bom resultado.

Objetivos comuns criam um sucesso comum

Para que um trabalho em equipe possa de fato acontecer e se desenvolver, é preciso que todos tenham objetivos em comum, e esses objetivos estão relacionados a missão, visão e valores da empresa.

Aqui, o papel do líder é fundamental, pois é ele o responsável por transmitir a mensagem de missão, visão e valores da empresa para a sua equipe.

Quando todos sabem aonde querem chegar, criam automaticamente objetivos comuns e trabalham em equipe para alcançar cada um desses objetivos, ou seja, para alcançar o sucesso comum.

Cada departamento tem dentro de uma empresa a consciência do que seria esse sucesso. Se todos forem capazes de realizar um bom trabalho com suas equipes, formando consequentemente, um bom trabalho em grupo de todas as áreas, com certeza os resultados dessa empresa serão de excelência.

Com objetivos claros todos seguem uma mesma direção. Aquela que aponta rumo ao sucesso.

Entender a importância do trabalho em equipe beneficia áreas diferentes de uma mesma empresa

Como falamos acima, se todos os departamentos exercem um bom trabalho em equipe, todas as áreas e toda a empresa é beneficiada, o que colabora inclusive para ricas trocas de informação.

Se todos os departamentos sabem trabalhar bem em equipe, então eles entendem a mensagem da importância de um grupo e colaboram uns com os outros.

Aqui, fica claro que equipe vai muito além daquelas sete ou oito pessoas da sua sala/departamento, equipe envolve os cinquenta ou quinhentos colaboradores da sua empresa.

Quando não alimentamos o individualismo, compartilhamos ideias com todas as áreas e permitimos que o todo cresça e se desenvolva junto.

O papel de todo bom líder é manter sua equipe unida

Pessoas podem até ter perfis parecidos, mas elas nunca serão iguais, por isso é comum que exijam conflitos.

Aqui, o papel do líder é fazer com que todos saibam a superar esses conflitos da melhor forma possível para que se mantenham unidos.

Conflitos nem sempre devem ser vistos como algo negativo, eles podem inclusive colaborar para o desenvolvimento da equipe, pois, são nos momentos conflituosos em que saem várias ideias e pontos de vista.

Por isso, é importante que o líder faça dessas diferenças (pensamentos, ideias, etc) uma grande somatória. Na verdade, essas diferenças criam milhares de possibilidades de caminhos que podem ser seguidos.

Quando tratamos esse momento com inteligência entendemos que ele é importante para que sejamos capazes de criar boas estratégias.

Em um momento conflituoso cada opinião tem o seu valor. É preciso que o líder instigue a sua equipe a aprender a refletir sobre alternativas que eles mesmos não concordem.

Se essa reflexão acontece, aquela alternativa pode ser lapidada e disso sair uma ideia ainda melhor. Por isso, é tão importante que todos se mantenham unidos.

Entendeu por que “juntos chegamos mais longe?”

Se você é líder, se inspire nesse texto para trabalhar ainda melhor com sua equipe. E se você deseja alavancar sua carreira, se dedique mais ao seu grupo. Com certeza você terá grandes aprendizados que podem colaborar para o seu desenvolvimento pessoal. Comece já!

5 coisas que você pode fazer para ser mais criativo

A criatividade não é apenas valorizada em áreas de comunicação e criação como publicidade e design, por exemplo. Atualmente, ela também tem sido exigida no mundo corporativo e, por isso, pessoas e empresas têm investido no coaching como uma importante ferramenta para encontrar a melhor forma de estimular a criatividade.

Isso quer dizer que ser criativo não significa apenas criar belos desenhos com traços únicos e irreverentes ou uma campanha publicitária premiada. Ser criativo também significa criar as melhores e mais inovadoras soluções até mesmo dentro de um escritório.

Na verdade, é muito mais difícil ter criatividade em um local onde os processos são “fechados” e muito padronizados, como acontece no mundo corporativo e é exatamente por isso que os profissionais inovadores são tão procurados.

Já para aqueles que têm espírito empreendedor e pensam em cuidar do próprio negócio, ter criatividade é a peça fundamental para se destacar em meio à concorrência e criar o seu próprio espaço no mercado.

Confira algumas dicas para ter boas ideias e ser mais criativo:

1) Acredite, descansar é preciso

Nós seres humanos funcionamos de forma diferente das máquinas. É quase impossível sempre pensar nas melhores e mais inovadoras soluções de cabeça cheia. Por isso, precisamos de pausas.

Diariamente, resolvemos centenas de situações, seja em nossa vida pessoal ou profissional. Em dado momento, não adianta forçar a mente para ter uma ideia maravilhosa: se essa ideia não vem, então é preciso descansar.

Quando nos permitimos descansar, permitimos também que os nossos pensamentos fluam com mais naturalidade, e aí que algo interessante e inovador pode surgir.

Além disso, nem sempre ficar pensando “quero ter uma ótima ideia” vai te ajudar a ter essa ótima ideia. Às vezes é preciso abstrair um pouco.

Faça o que você gosta e te deixa tranquilo. Assista a sua série preferida, brinque com seu filho, medite, leia um livro. Pode ser inclusive que nesse período de relaxamento surjam alguns insights. Isso porque a sua mente estará tranquila o suficiente para receber pensamentos novinhos em folha.

2) Seja um bom observador

Boas ideias surgem a partir de boas referências e essas boas referências estão onde você nem imagina.

Preste atenção a tudo o que está ao seu redor e ao que você faz. Pode ser que uma conversa com um amigo o ajude a desenvolver um pensamento. Que uma situação de trabalho que você presenciou seja capaz de colaborar para a resolução do seu próprio problema.

Nós estamos cercados de pessoas e acontecimentos. Algumas conversas, por mais simples que sejam, ou alguns acontecimentos, por menores que sejam, podem estimular o nosso raciocínio e criatividade. Observe.

3) Faça muitas perguntas

Pergunte mais! Seja um verdadeiro curioso!

Ser curioso é diferente de ser intrometido. É ter vontade de saber e aprender mais sobre as coisas.

Você pode começar a fazer mais perguntas no seu trabalho, por exemplo. Quando seu chefe solicita determinada tarefa, você se preocupa apenas em executá-la ou o questiona para entender se existe uma melhor maneira de executá-la?

Você já parou para pensar que algumas atividades que você faz poderiam ser simplificadas com criatividade? Ou, quem sabe, que com criatividade você poderia melhorar o desempenho de seu departamento?

Por isso, pergunte. Tire sempre todas as dúvidas. Quando você pergunta, desenvolve suas ideias e expande o seu pensamento criativo.

Perguntar é coletar e armazenar informações para ser capaz de desenvolver soluções mais criativas.

4) Para ser criativo é preciso ser especialista

Isso significa que para ser criativo é preciso deter conhecimento, então tente sempre aumentar o seu e seja especialista naquilo que você faz.

Ser especialista está muito atrelado ao item acima, referente a fazer o máximo de perguntas possível.

Quando você coleta e armazena informações, está se aperfeiçoando. Na situação prática que citamos acima, demos como exemplo o fato de você questionar mais o seu chefe quando ele fizer alguma solicitação, com o objetivo de mergulhar a fundo naquela ideia.

Mas, você também pode entender isso como coletar informações em outros lugares e com outras pessoas. Quando você armazenar o máximo de informações possível, continue até se tornar um especialista.

Apenas alguém que detém todo o conhecimento sobre aquilo que faz é capaz de criar as soluções mais criativas para aquela área, pois, só essa pessoa sabe exatamente onde estão os maiores problemas dela.

Além disso, quanto mais você souber, mais referências (como já citamos anteriormente) terá para estimular a sua criatividade.

5) Saia da sua zona de conforto

Esse clichê faz toda diferença quando o assunto é criatividade.

Quando enxergamos as coisas sempre do mesmo modo, daremos sempre as mesmas soluções para elas, sem conseguir sair do lugar.

Muitas vezes, é preciso olhar por outro ângulo e desafiar os próprios pensamentos. Se até agora você está fazendo as coisas de determinado jeito e sente que precisa mudar, então olhe de forma diferente para elas.

Estar na zona de conforto significa pensar sempre o mesmo e consequentemente criar sempre as mesmas soluções. Você consegue perceber que dessa forma estará aniquilando a sua criatividade?

Tente algo novo. Corra riscos. Isso é essencial para ser criativo!

10 dicas para desenvolvimento de profissionais de RH e trainers

Quem deseja ter boas conquistas ao longo de sua carreira precisa saber que estar em constante desenvolvimento é imprescindível. Estudar e se atualizar são pilares fundamentais.

Profissionais de RH e trainers são responsáveis pelo desenvolvimento de diversas pessoas, mas, muitas vezes, se esquecem que para desenvolver o outro precisam se desenvolver também.

Dedique-se a você! Confira agora 10 dicas para desenvolvimento de profissionais de RH e trainers.

1) Planeje sua carreira

Planejar é o primeiro passo, mas, se você por acaso começou sua carreira sem muito planejamento, saiba que sempre há tempo.

O importante é que você entenda:

  • Onde está;
  • Aonde quer chegar;
  • E qual o caminho terá que percorrer para sair de um ponto e chegar ao outro.

Se você tiver dificuldade de fazer isso sozinho, ou simplesmente não sabe como começar, ter o apoio de um coach pode ajudá-lo.

Trace seus objetivos e estipule prazos para concluir suas metas. Seja o mais real possível e coloque tudo em um papel para ser fiel ao seu plano.

2) Capacite-se

Seja um especialista naquilo que faz, esse é um ponto chave para oferecer serviços de excelência.

Apesar de cursos de longa e média duração como graduação, pós-graduação, MBA serem importantes para sua capacitação profissional, você também pode procurar por certificações e workshops que podem agregar na sua carreira.

Muito do que aprendemos nesses cursos mais longos se transforma ao longo dos anos, e as certificações e workshops trazem esse conteúdo de forma mais atualizada. Por isso, são excelentes alternativas para você investir.

Tão necessário quanto estudar e se especializar é se manter atualizado. Estamos vivendo em uma época onde tudo muda muito rápido e quem deseja ter uma carreira de sucesso precisa acompanhar essa evolução.

3) Organize seu tempo

Fazer uma gestão do tempo de qualidade é essencial para planejar e realizar a carreira, para se capacitar, desenvolver novos projetos, alcançar bons resultados.

A concretização dos objetivos profissionais vem do foco e só é possível manter o foco entendendo que há tempo para tudo.

Entenda quais são suas demandas, o que você precisa fazer, enumere-as por ordem de prioridade e foque em uma de cada vez.

Assim, você consegue garantir mais eficiência e excelência na finalização de tudo o que precisa ser feito.

Lembre-se também que saber gerir o tempo significa inserir em seu cronograma um período para descansar. A mente precisa de descanso para que você desenvolva a criatividade e seja cada vez mais ágil e eficiente na resolução de suas demandas.

4) Seja um bom operacional e um excelente estratégico

O mercado precisa cada vez mais de profissionais que exerçam com qualidade suas funções (operacionais) e que tragam soluções efetivas tanto para os pequenos desafios do dia a dia quanto para as grandes dificuldades pontuais (estratégicos).

Nesse contexto, se sobressai aquele que busca desenvolver os dois. É sempre importante que haja a compreensão do que precisa ser feito (operacional), mas, muitas vezes, determinar o como é feito (estratégico) é o que garante o sucesso de uma atividade.

As empresas têm exigido a alta performance de seus colaboradores e parceiros. Ser um bom operacional e ao mesmo tempo um excelente estratégico é uma condição importante para desenvolvê-la e alcançá-la.

5) Crie sua rede de relacionamentos

Para quem trabalha com pessoas é essencial ter uma rede de relacionamentos. Essa rede pode ajudá-lo a encontrar algo que precisava ou quem sabe dar um passo à frente na sua carreira.

Isso quer dizer que, assim como você pode receber indicações de especialistas, algo muito interessante para profissionais de RH que estão a todo momento realizando processos de recrutamento e seleção.

Você pode também ser indicado para realizar um novo projeto, o que vale para profissionais de RH e é muito importante para os trainers que muitas vezes chegam às pessoas por meio de recomendações.

Uma rede de relacionamentos serve de apoio e em um mercado cada vez mais acelerado e competitivo todo bom apoio deve ser bem-vindo.

6) Desenvolva sua inteligência emocional

Ao longo de sua carreira surgirão alguns obstáculos e para superá-los é preciso ter inteligência emocional.

Isso significa que não é preciso se preocupar com as pequenas coisas, lembre-se que você está no controle e por isso pode reverter muitas situações negativas. Mas, se por acaso, existirem situações que você não consiga reverter, então, aja com calma, respire fundo e observe.

Entenda o porquê essas situações aconteceram e o que você deve evitar ou fazer de diferente em uma próxima vez para que elas não se repitam.

Ter inteligência emocional é saber administrar conflitos, tanto os internos que muitas vezes surgem a partir das pressões diárias, quanto os externos influenciados por outras pessoas e contratempos.

Para profissionais de RH e trainers que estão a todo momento em contato com diversas pessoas de comportamentos e perfis diferentes, saber lidar com as adversidades é mais do que necessário, e a inteligência emocional tem muito a colaborar com isso.

Nem todos conseguem gerenciar as próprias emoções e essa habilidade pode ser um diferencial em sua carreira.

Além disso, gerenciar as próprias emoções é essencial para ajudar outras pessoas a gerenciarem ou pelo menos manterem-se atentas as suas. Algo muito comum na rotina de profissionais de RH e trainers.

7) Entenda a era digital

Não adianta mais fugir, a internet veio para mudar diferentes áreas e é preciso lidar com isso. Se você ainda não entendeu de que forma a era digital pode impactar a sua carreira, então, é hora de se atualizar.

A internet tem muito a colaborar com os profissionais de RH e trainers. Agora, diversas atividades que envolvem suas rotinas diárias podem ser realizadas online e por meio de plataformas inteligentes:

  • O processo de recrutamento e seleção por exemplo, pode acontecer online. O que faz com que os profissionais de RH ganhem agilidade nas entrevistas;
  • Já os trainers podem reunir pessoas de diferentes lugares ao mesmo tempo para realização de treinamentos ou simplesmente conseguir contatar facilmente alguém que mora a quilômetros de distância.

É preciso usar a internet ao seu favor. Não a veja como uma inimiga, aprenda a usar seus diferentes meios e a aceite como uma excelente facilitadora.

8) Inove

Observe o que o mercado está proporcionando de mais atual para que você leve a empresa em que trabalha ou aos seus clientes.

Profissionais que levam inovação estão um passo à frente, se destacam e são sempre lembrados positivamente.

Para quem trabalha com o desenvolvimento de pessoas, levar ferramentas e alternativas inovadoras, significa potencializar as novas ideias e quebrar paradigmas, algo muito importante e até mesmo exigido nos dias de hoje.

9) Ouça feedbacks

E questione-os também. Os feedbacks podem nos ajudar a enxergar pontos de melhorias, mas não deixe com que eles sejam vazios.

Quando alguém lhe der um feedback questione, faça o máximo de perguntas que puder para entender exatamente o que a pessoa quer dizer e por fim ter a compreensão do que pode melhorar.

Esses feedbacks podem vir da sua rede de relacionamento, de seus líderes (no caso de profissionais de RH que atuam em empresas) ou de seus clientes (neste caso, para os profissionais trainers).

Quando alguém faz uma observação importante sobre o que você pode melhorar ou sobre o que você está fazendo de satisfatório, você é capaz de criar os seus próprios diferenciais para se destacar profissionalmente.

10) Faça do seu autodesenvolvimento um hábito

Você já parou para pensar no importante papel que exerce na vida de tantos outros profissionais? Que é responsável por desenvolvê-los? Que os ajuda em suas carreiras dando alternativas? Traçando rotas? Sendo o responsável por recrutá-los? Treiná-los?

Para que você como RH ou trainer continue fazendo isso com excelência, é importante que se dedique ao seu autodesenvolvimento também, portanto, faça dele um hábito.

Atualize-se através de cursos, tenha boas fontes de informação, observe o que está mudando e esteja sempre alinhado e envolvido com essas mudanças.

Tudo isso o ajudará ter cada vez mais conhecimento e repertório para que se destaque em sua área de atuação, seja você RH, seja você trainer.

Boa sorte!

Como saber qual é o momento certo para investir em coaching?

A verdade é que não existe um momento certo para investir em coaching, existe apenas o seu momento.

Mas, muitas vezes você percebe que esse momento chegou quando algumas indagações se tornam mais intensas e frequentes, principalmente aquelas relacionadas a:

  • O que eu tenho feito para concretizar meus objetivos?
  • O que eu preciso fazer para alcançar minhas metas?

Você entende que é o momento de investir em coaching quando:

 

1) Você sente a necessidade de fazer descobertas

Quando você não sabe como começar a agir, qual direção deve seguir, ou ainda, o que está fazendo de errado, você sente consequentemente a necessidade de fazer essas descobertas.

Com a ajuda de um profissional coach e através das reflexões que ele lhe propuser, você pouco a pouco descobrirá suas verdadeiras características e entre elas seus pontos que precisam ser trabalhados, como: medos, limitações e frustrações.

No processo de coaching, você perceberá que aprender a lidar com suas próprias características é de extrema importância para alcançar seus objetivos, pois são elas que podem te impulsionar, ou tirar o seu foco.

Isso quer dizer que o coach o auxiliará no entendimento daquilo que está fora do lugar, ou seja, quais são as coisas na sua vida que você precisa organizar para realizar o que deseja. Ou, quais pontos em si mesmo você precisa trabalhar.

Através do seu contato com o profissional, ele o ajudará a investigar e compreender o primeiro passo a ser dado e o que você fará para prosseguir nessa importante jornada.

Descobrir é esclarecer estratégias, entender o que e como você fará para seguir em frente da forma mais eficiente possível, rumo aos seus sonhos, seus objetivos.

 

2) Você quer desenvolver sua inteligência emocional

Aprender a lidar com nossas próprias emoções é uma importante tarefa diária, pois elas podem nos ajudar ou nos prejudicar.

Se você deseja desenvolver sua inteligência emocional, saiba que o coaching é uma ferramenta para isso.

Nossas vidas tão atarefadas e corridas às vezes geram momentos de estresse e irritação. Por isso, é preciso estar em equilíbrio, saber a hora de respirar fundo.

É importante ter a consciência de que o outro não tem culpa das situações negativas que cercam nossas vidas, e que é preciso ter cuidado na hora de responder e agir em um momento estressante.

Pode ser que sem você saber, exatamente naquele dia que não esteja indo bem, o seu chefe lhe proporcione um desafio, um trabalho mais complexo com o intuito de te avaliar para uma promoção.

Sua irritação pode impedir que execute aquela tarefa da melhor forma possível, ou pode te condicionar a dar uma resposta atravessada. E então, a oportunidade é perdida.

Por isso, é importante estar em equilíbrio, respirar fundo, saber lidar com as emoções.

 

3) Você quer se sentir mais preparado

Se você sente que para alcançar seus sonhos e objetivos é preciso estar mais preparado, saiba que quando você investe no seu desenvolvimento humano isso se torna mais próximo de acontecer.

Ao contrário do que muitos pensam, estar preparado não é saber de todas as coisas, até porque isso é humanamente impossível. Estar preparado é estar consciente sobre si mesmo. É adquirir conhecimento através das próprias vivências e das mais diversas situações.

E o coaching é uma ferramenta desenvolvida exatamente para isso: um processo no qual você é orientado a entender a si mesmo e como deve agir em relação a tudo aquilo que o cerca.

Quando isso acontece você expande seus próprios pensamentos, cria maturidade emocional para lidar com seus objetivos e entende o que deve fazer para alcançá-los.

Passa a acreditar em si mesmo, e esse sentimento é uma importante forma de empoderar-se.

Com esse empoderamento fica mais fácil entender o que deve ser feito para reverter situações ruins e como usufruir das boas.

O que acontece é que você passa a criar as próprias oportunidades de sua vida, e descobre que existe muito mais do que os objetivos que queria alcançar, existe na verdade uma infinidade de coisas que você é capaz de fazer.

Coaching: 5 motivos para investir em você

Muitas pessoas acreditam que investir em coaching significa oportunizar apenas o crescimento e desenvolvimento profissional, mas a verdade é que somos um só, e quando investimos em coaching estamos investindo em nós mesmos como um todo.

Afinal, é impossível impulsionar um bom profissional se não impulsionamos um bom pessoal, e é por isso que o coaching trata-se de uma ferramenta de desenvolvimento humano.Sendo assim, investir em coaching significa investir em você.

1) Autoconhecimento

O coaching é uma importante ferramenta para o autoconhecimento.

Ao longo de nossas vidas, temos a oportunidade de conhecer muitas coisas: lugares, pessoas, situações, isso porque tudo isso é externo a nós, e consequentemente vem com certa facilidade.

Muitas vezes, é fácil falar sobre as pessoas que você conhece, quais são suas características, defeitos, qualidades. O mesmo acontece sobre lugares, você tranquilamente consegue os descrever, assim como situações.

Mas, você já se deparou com a dificuldade de falar sobre si mesmo? Se sim, isso pode ser um sinal de que falta autoconhecimento.

Como já dissemos, tudo aquilo que é externo a nós vem com certa facilidade, mas aquilo que está em nosso interior só é possível de ser compreendido quando estamos realmente determinados a isso.

O processo de coaching provoca muitos questionamentos, e é exatamente através destes questionamentos que você é capaz de se conhecer.

Saber falar e reconhecer suas características, defeitos e qualidades é ainda mais importante do que saber reconhecer isso no outro.

O autoconhecimento através do coaching faz com que você valorize seus pontos fortes, aprenda a lidar com os fracos, se encoraje para erradicar ou impulsionar outras características, e assim se torne a mais importante ferramenta de sua própria vida.

2)Você entende o que é autorresponsabilidade

Quando você se conhece o suficiente para entender que você mesmo é a mais importante ferramenta de sua vida, você consequentemente entende o que é autorresponsabilidade, e que é o único responsável por fazer as coisas se concretizarem.

É claro, em algumas situações os fatores externos podem impactar os resultados, mas somos nós que damos o impulso inicial e que podemos ter força para reverter essas situações ao nosso favor, e é o autoconhecimento que nos auxilia nisso.

Você pode fazer as coisas acontecerem concentrando a sua energia e dando o seu melhor, ou simplesmente não, desistindo delas.

No âmbito profissional, por exemplo, temos o costume de culpar o chefe ou um colega de trabalho dizendo que eles nos atrapalham e impedem o nosso crescimento. De fato, essas pessoas podem sim te atrapalhar ou querer te prejudicar, mas é importante que você entenda qual é o seu papel na situação e o que você pode fazer para melhorá-la.

Às vezes, melhorar a situação significa mudar de emprego, pois aquilo o afeta muito, e mudando de emprego talvez você descubra que gosta de fazer outras coisas e se desenvolva ainda mais.

Às vezes, uma conversa com seu chefe ou colega pode esclarecer pontos que você não era capaz de enxergar e amenize a situação. Mas, entenda que você é o único responsável por isso. É você que tem que fazer. Você é o responsável pelo primeiro passo. 

3) Aprende a ter foco

Você pode desejar várias coisas, ter milhares de objetivos, centenas de ideias interessantes, mas sem foco não é capaz de concluir nada.

O coaching o ajuda a desenvolver o foco, faz com que você aprenda como deve concentrar a sua energia naquilo que deseja realizar.

Ter o controle de suas emoções é um importante passo para ter foco, pois muitas vezes são as emoções que atrapalham o desempenho do que queremos conquistar.

A raiva e até mesmo o excesso de entusiasmo pode nos desconcentrar e fazer com que não saibamos para onde ir e por onde devemos começar a agir.

É importante usarmos nossas emoções a favor daquilo que desejamos. Ter foco é estar em equilíbrio e ser seletivo.

Ter foco significa estar consciente sobre qual é o primeiro passo que deve ser dado e concentrar toda a sua determinação nas etapas que envolvem o alcance de suas metas.

4) Faz de suas características uma estratégia

O conhecimento despertado sobre si mesmo o ensina a ser estratégico.

No processo de coaching você aprende a ser um bom organizador e direcionador de diversos fatores, inclusive de suas características, como forças, fraquezas e mais uma vez, emoções.

Tudo o que possuímos internamente pode ser aproveitado quando utilizado de forma estratégica, o que precisamos apenas é aprender a lidar com nós mesmos.

Ser estratégico significa encontrar formas de aperfeiçoar aquele seu ponto fraco tão importante para alcançar o objetivo que deseja. E é também descobrir que talvez não seja preciso focar nisso, e deixar de lado, concentrando-se apenas em seus pontos fortes.

A partir do momento em que você cria o hábito de aprender a lidar consigo mesmo, você é capaz de direcionar o que tem de melhor para o que é realmente necessário.

5) Você se desenvolve independentemente da situação

Você entende que é capaz de se desenvolver independentemente se uma situação for boa ou ruim.

Temos a crença de que são apenas as situações boas que nos impulsionam e não enxergamos que as situações ruins também proporcionam grandes e importantes aprendizados.

Com o coaching você perceberá que ambas as situações são necessárias para o seu desenvolvimento humano.

Muitas vezes nos concentramos tanto em nos vitimizar diante de uma situação ruim que não somos capazes de perceber o que poderíamos tirar de proveito dela. E quando a situação se repete não temos conhecimento para revertê-la.

É preciso compreender que as situações negativas são uma importante forma de nos questionarmos e consequentemente nos desenvolvermos ainda mais, seja em nossa forma de pensar ou agir.

Essas situações viram referências e fortalecem o nosso interior humano. Quando nos desenvolvemos independentemente da situação adquirimos cada vez mais conhecimento baseado em nossas experiências.

Quem se desenvolve dessa forma é capaz de sair à frente daqueles que enxergam apenas os pontos negativos de uma situação difícil, fato extremamente importante para superar momentos de crise, por exemplo.

O coaching funciona para diferentes gerações?

Já podemos iniciar este texto dizendo que sim. Com certeza o coaching funciona para diferentes gerações!

O coaching é um processo de desenvolvimento humano aplicável a qualquer geração ou pessoa. A diferença é que cada geração ou pessoa vivencia essa experiência de uma forma.

Cada um mergulha em seu processo de autoconhecimento no seu tempo e existem diversos fatores que impactam neste mergulho, como: tudo aquilo que a pessoa viveu, as referências que ela tem, os conhecimentos que ela adquiriu e, no caso das gerações, o período em que ela nasceu.

Quando uma empresa se propõe a fornecer o coaching para seus colaboradores de diferentes gerações, ela precisa compreender que cada um absorverá essa ideia de uma forma e terá seu desenvolvimento baseado principalmente nas características da geração a qual pertence.

Pode ser um pouco mais difícil para os baby boomers

Não é tão difícil assim que eles aceitem a participar do coaching. Inclusive, os motivos pelos quais aceitem com certeza envolvem seu comprometimento com o trabalho e dedicação à cultura da empresa. A questão é que esse processo pode ser um pouco mais difícil para eles.

Como já vimos, os baby boomers são a geração mais antiga presente no mercado de trabalho e consequentemente a mais experiente. Acontece que a experiência e a maturidade às vezes fecham os horizontes, formando pensamentos como: “eu já vivi o suficiente para saber tudo que preciso”.

Além disso, esse pensamento também faz com que as pessoas dessa geração se fechem e tenham dificuldade para se expor.

O coaching é um processo no qual o coach precisa questionar o coachee sobre diversos aspectos para entender os fatos e ajudá-lo a se desenvolver diariamente com o objetivo de conquistar sua melhor versão. Sem diálogo e exposição fica difícil alcançar os resultados. Mas, até mesmo nisso o coaching pode ajudar a geração dos baby boomers. Vamos refletir:

Expor problemas, desafios e revelar dificuldades não é mesmo uma tarefa fácil aos baby boomers. Mas, se as pessoas dessa geração aceitarem a vivenciar o processo de coaching, consequentemente elas terão que aprender a se abrir. A falar. Se expressar.

Quando isso acontecer, pouco a pouco elas perceberão que foram capazes de deixar de lado aquele perfil de “pessoa fechada”.

Além disso, durante o processo de coaching o coachee é colocado diante de diversas situações desafiadoras, ponto fundamental aos baby boomers.

Quando esta geração perceber que deverá enfrentar diversos desafios internos e pessoais, terá automaticamente que se reinventar, deixando de lado a ideia de que já viveu o suficiente para saber tudo o que precisa. Desafios impulsionam inovação e reinventam pessoas.

Fundamental para aqueles que buscam equilíbrio: geração X

Eles odeiam rotina, mas vivem em busca do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Muitas vezes, a vontade de não viver em monotonia, pode fazer com que eles se atropelem em seus próprios afazeres e se frustrem por não conquistarem o tão sonhado equilíbrio.

Sem dúvida, o coaching é fundamental para essa geração e pode ser vista por ela como uma excelente oportunidade de aprender cada dia algo novo sobre si mesmo.

Durante o processo de coaching, o coachee entende que precisa ter foco para conquistar tudo aquilo que almeja. Ele pode focar em diversos aspectos de sua vida, em um mesmo período dela, mas em tempos diferentes.

Isso quer dizer que no mesmo período em que precisa focar no trabalho e na vida pessoal, ele é capaz de fazer isso, entendendo que quando está no trabalho precisa estar 100% lá para além de produzir o máximo possível, conseguir otimizar o seu tempo.

O foco permite que as atividades sejam desempenhadas de maneira mais rápida e efetiva, diminuindo, por exemplo, as chances de retrabalho.

Com o tempo otimizado no trabalho, o coachee da geração X, terá mais tempo para se dedicar à sua vida pessoal, alcançando o tão esperado equilíbrio.

Ele que agora já não levará mais trabalho para casa, perceberá que quando estiver lá terá tempo de sobra para focar o suficiente naquilo que o interessa dentro de seus afazeres pessoais.

O foco precisa ser trabalhado em todos os campos de nossas vidas. Assim, ficaremos muito mais satisfeitos com os resultados que tanto desejamos alcançar, seja para produzir mais no trabalho, ter mais tempo em casa, ou ainda, alcançar o equilíbrio entre ambos.

Ideal para potencializar as ideais inovadoras da geração Y

Os multitarefas da era globalizada têm muito a ganhar com o processo de coaching. 

A geração Y, que já nasceu em meio a muita informação, com certeza receberá o coaching como uma excelente ideia. Afinal, tudo aquilo que vem de novo para esses jovens é sinônimo de aprendizado.

No mercado de trabalho, eles são os que recebem essa ideia com mais facilidade, e a visão deles sobre o coaching é positiva, revelando aquilo que ele realmente é: um processo de autoconhecimento e autodesenvolvimento.

Para estes jovens, o mergulho em si trará muitas respostas, e respostas são aquilo que eles mais esperam o tempo todo.

O coaching para esta geração é importante principalmente porque esses jovens têm a necessidade de feedbacks constantes, e o mergulho no processo de autoconhecimento trará os feedbacks que eles precisam deles mesmos.

Claro, receber feedbacks de um líder é fundamental, mas quando somos estimulados a enxergar por conta própria através do coaching, nosso desenvolvimento é ainda mais positivo.

Outro ponto fundamental é que o autoconhecimento possibilita que uma mente inovadora, como a desses jovens, seja capaz de aplicar essa inovação estrategicamente, colaborando ainda mais em diversos projetos.

Indispensável para o desenvolvimento da geração Z

Quando os recém-chegados ao mercado de trabalho da geração Z recebem a oportunidade de passar pelo processo de coaching, eles recebem também a oportunidade de um amadurecimento profissional verdadeiro e eficiente.

A maioria desses jovens ainda não tem certeza do que querem. De fato, a incerteza não é um problema, mas pode refletir em forma de desinteresse no mundo dos negócios.

Isso porque quando um jovem não sabe direito o que ele quer, ele pode não focar naquilo que deveria em determinado momento.

O coaching, com a sua proposta de facilitar o desenvolvimento de pessoas, pode proporcionar a esses jovens a chance de se entenderem cada vez mais.

Quando o entendimento sobre si mesmo acontece, o jovem é capaz de começar a desenhar suas metas, seus sonhos, de compreender aonde quer chegar.

Sabendo aonde quer chegar, sua performance melhora rumo a conquista de seus sonhos. Ele trabalha muito mais focado deixando o desinteresse de lado.

O coaching é indispensável para o desenvolvimento da geração Z, porque apesar deles terem acesso muito fácil à informação, na maioria das vezes é difícil fazer com que eles se dediquem a si mesmos.

O papel do coaching no seu desenvolvimento pessoal e profissional

Assim como é necessário conhecer a teoria e a prática para encontrar o resultado correto de uma situação matemática, é importante conhecer a teoria e a prática para encontrar respostas de algumas esferas da vida, e é exatamente neste aspecto que o coaching é capaz de auxiliar.

Durante todo o processo do uso dessa importante ferramenta que é o coaching, o coach (profissional) instiga o coachee (cliente) com diversos questionamentos para provocar uma autorreflexão, possibilitando que ele vá de encontro a novas descobertas.

O mergulho no autoconhecimento desencadeia um processo de evolução contínua, potencializando o desenvolvimento pessoal e profissional do indivíduo. Mas, é importante compreender que ambos os polos da vida caminham juntos.

Você é um só

Não dá para deixar sua versão pessoal em casa antes de ir para o trabalho e lá encontrar sua versão profissional, pois, a verdade é que você é um só. Esse entendimento é importante para que os dois campos da sua vida se desenvolvam juntos, e é o equilíbrio entre eles que traz respostas positivas.

O coaching trabalha a sua inteligência emocional para que você se torne capaz de focar naquilo que realmente importa, sem que suas aflições ou turbulências emocionais o atrapalhem, e façam com que você haja contra si mesmo.

Por exemplo, pode ser que na noite anterior a uma grande apresentação para o seu chefe, você tenha discutido com os seus entes queridos, o que manifestou o sentimento de estresse em você. Se sua inteligência emocional não for trabalhada, é provável que você chegue para essa apresentação irritada, se atropelando em palavras, prejudicando a sua performance.

Ou ainda, a situação pode ser contrária. O seu dia no trabalho pode ter sido cheio de surpresas desagradáveis, e ao chegar em casa com o corpo tomado pelo estresse, você desconte isso nas pessoas que mais ama.

No trabalho, você não pode deixar que suas questões pessoais afetem sua performance, afinal, isso significa que o seu crescimento profissional será afetado também. E em casa, você não pode permitir que as dificuldades no trabalho prejudiquem o bom convívio com as pessoas que você ama.

De fato, não tem como se dividir em duas versões, mas é possível aprender a equilibrar o que acontece nos diferentes campos de sua vida, e à medida em isso acontece, você se torna mais racional, controlando suas emoções negativas.

Claro, muitas vezes, não é fácil compreender tudo isso sozinho, e é exatamente por esse motivo que o coaching é uma importante ferramenta. Com ele, fica mais fácil conquistar esse equilíbrio e com o equilíbrio o seu desenvolvimento será cada vez melhor.

Consciência é a palavra-chave

O coaching desperta a sua consciência. Ele é um agente facilitador para que você descubra cada vez mais sobre si mesmo. Quando sabemos pouco sobre nós, não sabemos também para onde ir.  Mas, quando estamos conscientes sobre nós mesmos, surgem pequenas respostas capazes de impulsionar as grandes transformações.

Conscientes, sabemos para onde ir, por que ir, e o que temos que fazer para alcançar aquilo que tanto desejamos, seja pessoalmente ou profissionalmente.

O despertar da sua consciência potencializa escolhas e provoca mudanças, auxiliando-o na superação de seus medos e crenças limitantes.

Planejar para conquistar

Tão importante quanto saber para onde ir, por que ir, e o que temos que fazer para alcançar aquilo que tanto desejamos, é necessário criar um planejamento para que as coisas não fiquem apenas no plano das ideias.

A consciência desperta a ideia, mas é o planejamento que o aproxima de suas conquistas.

O coaching te ajuda a compreender qual é o seu estado atual, para que a sua jornada rumo ao seu estado futuro seja desempenhada da melhor forma possível.

O planejamento de ações e atitudes permite que você alcance suas metas, sonhos e objetivos. E é a busca por essas importantes conquistas que exploram o seu potencial humano.

O coaching extrai o melhor de você

Seja para ser um profissional melhor, ou uma pessoa melhor, já vimos que não importa, que você é o todo, e o coaching te ajuda a extrair o melhor desse todo. Com o autoconhecimento e as reflexões nas quais você passa a se dedicar, você entende o que tem de melhor em si.

O coaching trabalha o seu melhor para que ele seja aplicado em todas as esferas da sua vida. Dessa forma, você começa não só a aproveitar as novas oportunidades, mas sim, a desenvolver novas oportunidades para si mesmo, identificando quais são seus pontos positivos, fortalecendo suas competências e habilidades.

Com o coaching você passa a se dedicar a si

De tudo o que foi abordado até aqui, fica perceptível que independente do que o coaching pode te proporcionar, é nítido o quanto ele faz você se dedicar a si mesmo.

Não existe uma forma de alcançar o engrandecimento pessoal e encontrar respostas tão importantes se você não se dedica a si.

Seja o ato de parar durante 5 minutos para uma respiração mais profunda, fazer um alongamento, ou observar o que você está sentindo, não importa, tudo isso permite que você mergulhe nas suas próprias ideias, sonhos e emoções.

Quando você se conhece, se desenvolve, entende que pode alcançar aquilo que quiser, desde que se dedique a isso. Seu start pode ser agora!

Coaching de equipe com mãos unidas

Coaching de equipe: um diferencial das organizações de sucesso

Uma ferramenta muito procurada por profissionais e empresas, o coaching ou o coaching de equipe, quando bem aplicado e estruturado é capaz de proporcionar resultados de sucesso através de uma evolução contínua adquirida pelo autoconhecimento, onde pessoas descobrem suas forças para potencializá-las, fraquezas para melhorá-las e ficam mais focadas e comprometidas em si mesmas.

O que é coaching de equipe?

Utilizando elementos práticos e estratégicos, o coaching de equipe é aplicado em forma de sessões para grupos de pessoas que pertencem a uma mesma empresa e que irão trabalhar juntas em um projeto específico.

A verdadeira missão do coaching de equipe é equilibrar diferentes pessoas e personalidades para que elas sejam capazes de criar uma sinergia coletiva e alcançarem unidas um mesmo objetivo final.

Desenvolver pessoas é desenvolver corporações

O coaching, de uma forma geral, colabora para o desenvolvimento pessoal e individual, que acontece através do mergulho no autoconhecimento. Pessoas que conhecem a si mesmas são capazes de potencializar características essenciais para obter resultados surpreendentes.

Quando o coaching de equipe é aplicado, não são apenas as características individuais que são potencializadas, mas as características coletivas também. Uma equipe que se conhece, se potencializa e se aprimora, intensificando o desenvolvimento da corporação à qual pertence.

A partir do momento em que o desenvolvimento não potencializa apenas o indivíduo e sim o coletivo, os membros da equipe passam a entender e valorizar seus colegas de trabalho, criando uma sinergia madura e vencedora para a própria empresa.

Com o coaching de equipe, missões individuais são conectadas às missões da equipe e consequentemente da empresa. E o resultado de tudo isso não pode ser diferente de positivo!

Porque aplicar o coaching de equipe

Empresas falam em mudanças diariamente. O cenário muda a cada minuto e, por isso, é necessário contar com uma equipe de profissionais que tenha uma visão panorâmica. Esses profissionais, além de ágeis, precisam ser assertivos.

Ter um profissional de excelência em uma equipe ajuda e muito para que os desafios diários sejam vencidos, mas, ter uma equipe de profissionais de excelência é, sem dúvida, a solução mais inteligente e certeira. E, para que todos caminhem juntos com a mesma força e exatidão de passos, o coaching de equipe é um ótimo recurso.

Gestões mais humanas são essenciais para resultados de sucesso

Aqui, nos referimos como uma gestão mais humana aquela em que o líder está o mais próximo possível de sua equipe, mas, sabemos que essa não é uma tarefa fácil e exige um exercício diário.

Muitas vezes, o líder tenta criar a aproximação, e as lacunas individuais não permitem que isso aconteça. Sendo assim, o coaching de equipe é utilizado para facilitar o processo.

Pouco a pouco e através do autoconhecimento, as lacunas individuais são erradicadas, permitindo a formação de uma equipe cada vez mais sólida, consciente e unida.

A partir do momento em que laços são criados, as pessoas estão próximas e consequentemente próximas ao líder, permite-se que ele se conecte verdadeiramente com cada indivíduo.

Quando uma aproximação entre líder e equipe é estabelecida, ele se comunica melhor e ouve melhor, exercendo atitudes primordiais para que todos alcancem objetivos comuns e resultados de sucesso.

Potencializar o todo para voar cada vez mais longe

Quando cada um faz um pouco, os resultados surgem lentamente, mas quando o todo faz muito, os resultados se potencializam.

O coaching de equipe permite que pessoas intensifiquem resultados positivos em uma empresa. Vamos começar a praticar isso na sua?

Coaching Individual: Estratégias para vencer em tempos de crise

Você quer melhorar resultados, desafiar as lógicas pessimistas e especulativas? Você está preparado para imprimir a sua marca e alcançar uma excelente performance, mesmo em tempos de crise? Quais ferramentas você utiliza para vencer todos os dias e transformar um cenário instável num celeiro de oportunidades? Chegou a hora de driblar a negatividade de mercado e buscar o diferencial capaz de alçá-lo ao sucesso. O desafio está lançado!

Como reagir em momentos de crise?

O país passa por um momento de instabilidade que atinge diversos setores da economia nacional. As especulação imperam e, por toda a parte, encontramos pessoas anunciando uma falência generalizada do Brasil – o que prejudica exponencialmente a capacidade de uma nação sair do estado de “coma”.

Não se trata de uma apologia ao otimismo alienado ou fechar os olhos para a realidade. A missão que se coloca, diante da situação vigente, é a de refletir sobre as possibilidades de impor uma nova realidade dentro da esfera econômica. É tempo de buscar oportunidades para se sobressair e se fortalecer, uma postura inerente à personalidade dos vencedores: enquanto todos dizem “não tem mais jeito, eles vão lá e criam uma nova forma de dar um jeito”.

O que você precisa para se blindar contra efeitos nocivos da crise e escalar, mesmo em tempos sisudos é fortalecer as suas competências, habilidades e potencialidades, além de encontrar uma maneira de minimizar aqueles comportamentos que reforçam fraquezas ou inseguranças. E se você não conhece o caminho ou a chave para essa autoanálise e reciclagem, o coaching Individual pode responder a muitas questões, além de prepará-lo para vencer, até mesmo em períodos adversos.

 

Habilidades para se sobressair em tempos de adversidade

Listei algumas habilidades necessárias para conquistar ou assegurar o seu espaço no mercado. Tenha mente que: quanto mais preparado e consciente da sua necessidade de se reinventar sempre, maiores as chances de superar uma fase de turbulência com possibilidades reais de bons frutos e resultados surpreendentes.

Aprender a administrar o seu próprio tempo: Seja capaz de administrar compromissos, prazos e metas. Evitar o acúmulo de tarefas ou a execução de afazeres desnecessários pode ser o primeiro passo para otimizar a sua rotina e tornar o seu dia mais produtivo. Trata-se de um exercício diário, que exige disciplina, concentração e esforço.

Desenvolver a sua capacidade de comunicação: Saiba se fazer entender, que a sua mensagem chegue ao seu receptor de maneira clara, sem ruídos e com o maior aporte de informações necessários para que o processo de comunicação se concretize. Uma comunicação assertiva, baseada em diálogo claro e objetivo tende a elevar a melhorar consideravelmente o retorno sobre suas atividades e ações.

Alinhar posturas pessoais e profissionais: Encontre uma maneira de ajustar o comportamento em todos os âmbitos da sua vida. Não basta voltar-se apenas para corrigir fraquezas ou falhas no campo profissional, se você negligenciar a sua vida pessoal. Você é o resultado constante da soma entre essas duas áreas. O equilíbrio é a melhor maneira de equacionar essa questão.

Estar preparado para dar e receber feedbacks: Aprenda a ouvir sobre suas próprias falhas ou pontos a melhorar. Muitas vezes ficamos resistentes à críticas e, por sua vez, deixamos de evoluir como pessoas ou profissionais. Em contrapartida, seja generoso em fornecer feedback para as pessoas do seu convívio. Feedback é sempre uma ótima ferramenta para aparar arestas e fortalecer relações.

Ser capaz de motivar, engajar e liderar uma equipe: Seja o exemplo e a inspiração necessária para que outras pessoas possam se espelhar na sua postura e conduta. Coloque-se como uma pessoa positiva, com força de vontade e disposição para superar desafios e vencer obstáculos. Força de vontade é contagiante. Que este processo comece por você.

Ser flexível e adaptável em situações de mudanças repentinas: Aprenda a conviver com o novo. O ser humano tende a encarar mudanças como algo negativo, principalmente no ambiente corporativo. Por trás de toda mudança existe uma possibilidade de novos resultados, com um caminho diferente que pode leva-lo a algo bom. Basta dar a oportunidade para que as transformações aconteçam de maneira positiva. Mude sempre que necessário e não tenha medo do desconhecido. Por que não fazer dessas alterações um degrau para subir na carreira?

Buscar ajuda profissional: o primeiro passo para um caminho de sucesso

O Coaching Individual vai ao encontro daqueles que buscam um “reajuste de rota”. Muitas pessoas não estão satisfeitas com os próprios rumos profissionais; outras vezes a carreira parece estagnada, necessitando de um aporte capaz de criar meios para crescer dentro de uma empresa. Essa ferramenta é uma ótima aliada para quem necessita aliar os conceitos técnicos de planejamento, em todas as suas esferas, no âmbito da prática.

Algumas pessoas encontram dificuldades em gerir conflitos, prazos, contratempos e situações inusitadas. O método de Coaching Individual visa desenvolver e fortalecer as habilidades do ser humano, estimulando o foco, a concentração, a disciplina, o pensamento estratégico e a liderança.

Um verdadeiro convite ao autoconhecimento: revisar posturas, compreender pontos fracos – com o intuito de transformá-los em pontos fortes; projetar metas pessoais e profissionais, embasadas em variáveis palpáveis e concretas. O Coaching Individual é para aqueles que não abrem mão do sucesso e não aceitam nada menos que a excelência em tudo o que fazem.

 

Quer entender melhor o que é Coaching e saber como esta ferramenta pode revolucionar a sua postura pessoal e profissional? Quer potencializar suas habilidades de líder, fazer networking e entender como a criatividade e a geração de novas ideias podem se sobrepor em tempos de crise? A Asas Dh oferece a você uma oportunidade para melhorar e desenvolver seu potencial de ir além da adversidade. Vem aí, o Curso Coaching em 4 passos, no dia 23 de março. Um encontro feito especialmente para você que deseja vencer. Clique aqui para mais informações.