Como saber qual é o momento certo para investir em coaching?

A verdade é que não existe um momento certo para investir em coaching, existe apenas o seu momento.

Mas, muitas vezes você percebe que esse momento chegou quando algumas indagações se tornam mais intensas e frequentes, principalmente aquelas relacionadas a:

  • O que eu tenho feito para concretizar meus objetivos?
  • O que eu preciso fazer para alcançar minhas metas?

Você entende que é o momento de investir em coaching quando:

 

1) Você sente a necessidade de fazer descobertas

Quando você não sabe como começar a agir, qual direção deve seguir, ou ainda, o que está fazendo de errado, você sente consequentemente a necessidade de fazer essas descobertas.

Com a ajuda de um profissional coach e através das reflexões que ele lhe propuser, você pouco a pouco descobrirá suas verdadeiras características e entre elas seus pontos que precisam ser trabalhados, como: medos, limitações e frustrações.

No processo de coaching, você perceberá que aprender a lidar com suas próprias características é de extrema importância para alcançar seus objetivos, pois são elas que podem te impulsionar, ou tirar o seu foco.

Isso quer dizer que o coach o auxiliará no entendimento daquilo que está fora do lugar, ou seja, quais são as coisas na sua vida que você precisa organizar para realizar o que deseja. Ou, quais pontos em si mesmo você precisa trabalhar.

Através do seu contato com o profissional, ele o ajudará a investigar e compreender o primeiro passo a ser dado e o que você fará para prosseguir nessa importante jornada.

Descobrir é esclarecer estratégias, entender o que e como você fará para seguir em frente da forma mais eficiente possível, rumo aos seus sonhos, seus objetivos.

 

2) Você quer desenvolver sua inteligência emocional

Aprender a lidar com nossas próprias emoções é uma importante tarefa diária, pois elas podem nos ajudar ou nos prejudicar.

Se você deseja desenvolver sua inteligência emocional, saiba que o coaching é uma ferramenta para isso.

Nossas vidas tão atarefadas e corridas às vezes geram momentos de estresse e irritação. Por isso, é preciso estar em equilíbrio, saber a hora de respirar fundo.

É importante ter a consciência de que o outro não tem culpa das situações negativas que cercam nossas vidas, e que é preciso ter cuidado na hora de responder e agir em um momento estressante.

Pode ser que sem você saber, exatamente naquele dia que não esteja indo bem, o seu chefe lhe proporcione um desafio, um trabalho mais complexo com o intuito de te avaliar para uma promoção.

Sua irritação pode impedir que execute aquela tarefa da melhor forma possível, ou pode te condicionar a dar uma resposta atravessada. E então, a oportunidade é perdida.

Por isso, é importante estar em equilíbrio, respirar fundo, saber lidar com as emoções.

 

3) Você quer se sentir mais preparado

Se você sente que para alcançar seus sonhos e objetivos é preciso estar mais preparado, saiba que quando você investe no seu desenvolvimento humano isso se torna mais próximo de acontecer.

Ao contrário do que muitos pensam, estar preparado não é saber de todas as coisas, até porque isso é humanamente impossível. Estar preparado é estar consciente sobre si mesmo. É adquirir conhecimento através das próprias vivências e das mais diversas situações.

E o coaching é uma ferramenta desenvolvida exatamente para isso: um processo no qual você é orientado a entender a si mesmo e como deve agir em relação a tudo aquilo que o cerca.

Quando isso acontece você expande seus próprios pensamentos, cria maturidade emocional para lidar com seus objetivos e entende o que deve fazer para alcançá-los.

Passa a acreditar em si mesmo, e esse sentimento é uma importante forma de empoderar-se.

Com esse empoderamento fica mais fácil entender o que deve ser feito para reverter situações ruins e como usufruir das boas.

O que acontece é que você passa a criar as próprias oportunidades de sua vida, e descobre que existe muito mais do que os objetivos que queria alcançar, existe na verdade uma infinidade de coisas que você é capaz de fazer.

Coaching: 5 motivos para investir em você

Muitas pessoas acreditam que investir em coaching significa oportunizar apenas o crescimento e desenvolvimento profissional, mas a verdade é que somos um só, e quando investimos em coaching estamos investindo em nós mesmos como um todo.

Afinal, é impossível impulsionar um bom profissional se não impulsionamos um bom pessoal, e é por isso que o coaching trata-se de uma ferramenta de desenvolvimento humano.Sendo assim, investir em coaching significa investir em você.

1) Autoconhecimento

O coaching é uma importante ferramenta para o autoconhecimento.

Ao longo de nossas vidas, temos a oportunidade de conhecer muitas coisas: lugares, pessoas, situações, isso porque tudo isso é externo a nós, e consequentemente vem com certa facilidade.

Muitas vezes, é fácil falar sobre as pessoas que você conhece, quais são suas características, defeitos, qualidades. O mesmo acontece sobre lugares, você tranquilamente consegue os descrever, assim como situações.

Mas, você já se deparou com a dificuldade de falar sobre si mesmo? Se sim, isso pode ser um sinal de que falta autoconhecimento.

Como já dissemos, tudo aquilo que é externo a nós vem com certa facilidade, mas aquilo que está em nosso interior só é possível de ser compreendido quando estamos realmente determinados a isso.

O processo de coaching provoca muitos questionamentos, e é exatamente através destes questionamentos que você é capaz de se conhecer.

Saber falar e reconhecer suas características, defeitos e qualidades é ainda mais importante do que saber reconhecer isso no outro.

O autoconhecimento através do coaching faz com que você valorize seus pontos fortes, aprenda a lidar com os fracos, se encoraje para erradicar ou impulsionar outras características, e assim se torne a mais importante ferramenta de sua própria vida.

2)Você entende o que é autorresponsabilidade

Quando você se conhece o suficiente para entender que você mesmo é a mais importante ferramenta de sua vida, você consequentemente entende o que é autorresponsabilidade, e que é o único responsável por fazer as coisas se concretizarem.

É claro, em algumas situações os fatores externos podem impactar os resultados, mas somos nós que damos o impulso inicial e que podemos ter força para reverter essas situações ao nosso favor, e é o autoconhecimento que nos auxilia nisso.

Você pode fazer as coisas acontecerem concentrando a sua energia e dando o seu melhor, ou simplesmente não, desistindo delas.

No âmbito profissional, por exemplo, temos o costume de culpar o chefe ou um colega de trabalho dizendo que eles nos atrapalham e impedem o nosso crescimento. De fato, essas pessoas podem sim te atrapalhar ou querer te prejudicar, mas é importante que você entenda qual é o seu papel na situação e o que você pode fazer para melhorá-la.

Às vezes, melhorar a situação significa mudar de emprego, pois aquilo o afeta muito, e mudando de emprego talvez você descubra que gosta de fazer outras coisas e se desenvolva ainda mais.

Às vezes, uma conversa com seu chefe ou colega pode esclarecer pontos que você não era capaz de enxergar e amenize a situação. Mas, entenda que você é o único responsável por isso. É você que tem que fazer. Você é o responsável pelo primeiro passo. 

3) Aprende a ter foco

Você pode desejar várias coisas, ter milhares de objetivos, centenas de ideias interessantes, mas sem foco não é capaz de concluir nada.

O coaching o ajuda a desenvolver o foco, faz com que você aprenda como deve concentrar a sua energia naquilo que deseja realizar.

Ter o controle de suas emoções é um importante passo para ter foco, pois muitas vezes são as emoções que atrapalham o desempenho do que queremos conquistar.

A raiva e até mesmo o excesso de entusiasmo pode nos desconcentrar e fazer com que não saibamos para onde ir e por onde devemos começar a agir.

É importante usarmos nossas emoções a favor daquilo que desejamos. Ter foco é estar em equilíbrio e ser seletivo.

Ter foco significa estar consciente sobre qual é o primeiro passo que deve ser dado e concentrar toda a sua determinação nas etapas que envolvem o alcance de suas metas.

4) Faz de suas características uma estratégia

O conhecimento despertado sobre si mesmo o ensina a ser estratégico.

No processo de coaching você aprende a ser um bom organizador e direcionador de diversos fatores, inclusive de suas características, como forças, fraquezas e mais uma vez, emoções.

Tudo o que possuímos internamente pode ser aproveitado quando utilizado de forma estratégica, o que precisamos apenas é aprender a lidar com nós mesmos.

Ser estratégico significa encontrar formas de aperfeiçoar aquele seu ponto fraco tão importante para alcançar o objetivo que deseja. E é também descobrir que talvez não seja preciso focar nisso, e deixar de lado, concentrando-se apenas em seus pontos fortes.

A partir do momento em que você cria o hábito de aprender a lidar consigo mesmo, você é capaz de direcionar o que tem de melhor para o que é realmente necessário.

5) Você se desenvolve independentemente da situação

Você entende que é capaz de se desenvolver independentemente se uma situação for boa ou ruim.

Temos a crença de que são apenas as situações boas que nos impulsionam e não enxergamos que as situações ruins também proporcionam grandes e importantes aprendizados.

Com o coaching você perceberá que ambas as situações são necessárias para o seu desenvolvimento humano.

Muitas vezes nos concentramos tanto em nos vitimizar diante de uma situação ruim que não somos capazes de perceber o que poderíamos tirar de proveito dela. E quando a situação se repete não temos conhecimento para revertê-la.

É preciso compreender que as situações negativas são uma importante forma de nos questionarmos e consequentemente nos desenvolvermos ainda mais, seja em nossa forma de pensar ou agir.

Essas situações viram referências e fortalecem o nosso interior humano. Quando nos desenvolvemos independentemente da situação adquirimos cada vez mais conhecimento baseado em nossas experiências.

Quem se desenvolve dessa forma é capaz de sair à frente daqueles que enxergam apenas os pontos negativos de uma situação difícil, fato extremamente importante para superar momentos de crise, por exemplo.

O coaching funciona para diferentes gerações?

Já podemos iniciar este texto dizendo que sim. Com certeza o coaching funciona para diferentes gerações!

O coaching é um processo de desenvolvimento humano aplicável a qualquer geração ou pessoa. A diferença é que cada geração ou pessoa vivencia essa experiência de uma forma.

Cada um mergulha em seu processo de autoconhecimento no seu tempo e existem diversos fatores que impactam neste mergulho, como: tudo aquilo que a pessoa viveu, as referências que ela tem, os conhecimentos que ela adquiriu e, no caso das gerações, o período em que ela nasceu.

Quando uma empresa se propõe a fornecer o coaching para seus colaboradores de diferentes gerações, ela precisa compreender que cada um absorverá essa ideia de uma forma e terá seu desenvolvimento baseado principalmente nas características da geração a qual pertence.

Pode ser um pouco mais difícil para os baby boomers

Não é tão difícil assim que eles aceitem a participar do coaching. Inclusive, os motivos pelos quais aceitem com certeza envolvem seu comprometimento com o trabalho e dedicação à cultura da empresa. A questão é que esse processo pode ser um pouco mais difícil para eles.

Como já vimos, os baby boomers são a geração mais antiga presente no mercado de trabalho e consequentemente a mais experiente. Acontece que a experiência e a maturidade às vezes fecham os horizontes, formando pensamentos como: “eu já vivi o suficiente para saber tudo que preciso”.

Além disso, esse pensamento também faz com que as pessoas dessa geração se fechem e tenham dificuldade para se expor.

O coaching é um processo no qual o coach precisa questionar o coachee sobre diversos aspectos para entender os fatos e ajudá-lo a se desenvolver diariamente com o objetivo de conquistar sua melhor versão. Sem diálogo e exposição fica difícil alcançar os resultados. Mas, até mesmo nisso o coaching pode ajudar a geração dos baby boomers. Vamos refletir:

Expor problemas, desafios e revelar dificuldades não é mesmo uma tarefa fácil aos baby boomers. Mas, se as pessoas dessa geração aceitarem a vivenciar o processo de coaching, consequentemente elas terão que aprender a se abrir. A falar. Se expressar.

Quando isso acontecer, pouco a pouco elas perceberão que foram capazes de deixar de lado aquele perfil de “pessoa fechada”.

Além disso, durante o processo de coaching o coachee é colocado diante de diversas situações desafiadoras, ponto fundamental aos baby boomers.

Quando esta geração perceber que deverá enfrentar diversos desafios internos e pessoais, terá automaticamente que se reinventar, deixando de lado a ideia de que já viveu o suficiente para saber tudo o que precisa. Desafios impulsionam inovação e reinventam pessoas.

Fundamental para aqueles que buscam equilíbrio: geração X

Eles odeiam rotina, mas vivem em busca do equilíbrio entre a vida pessoal e profissional.

Muitas vezes, a vontade de não viver em monotonia, pode fazer com que eles se atropelem em seus próprios afazeres e se frustrem por não conquistarem o tão sonhado equilíbrio.

Sem dúvida, o coaching é fundamental para essa geração e pode ser vista por ela como uma excelente oportunidade de aprender cada dia algo novo sobre si mesmo.

Durante o processo de coaching, o coachee entende que precisa ter foco para conquistar tudo aquilo que almeja. Ele pode focar em diversos aspectos de sua vida, em um mesmo período dela, mas em tempos diferentes.

Isso quer dizer que no mesmo período em que precisa focar no trabalho e na vida pessoal, ele é capaz de fazer isso, entendendo que quando está no trabalho precisa estar 100% lá para além de produzir o máximo possível, conseguir otimizar o seu tempo.

O foco permite que as atividades sejam desempenhadas de maneira mais rápida e efetiva, diminuindo, por exemplo, as chances de retrabalho.

Com o tempo otimizado no trabalho, o coachee da geração X, terá mais tempo para se dedicar à sua vida pessoal, alcançando o tão esperado equilíbrio.

Ele que agora já não levará mais trabalho para casa, perceberá que quando estiver lá terá tempo de sobra para focar o suficiente naquilo que o interessa dentro de seus afazeres pessoais.

O foco precisa ser trabalhado em todos os campos de nossas vidas. Assim, ficaremos muito mais satisfeitos com os resultados que tanto desejamos alcançar, seja para produzir mais no trabalho, ter mais tempo em casa, ou ainda, alcançar o equilíbrio entre ambos.

Ideal para potencializar as ideais inovadoras da geração Y

Os multitarefas da era globalizada têm muito a ganhar com o processo de coaching. 

A geração Y, que já nasceu em meio a muita informação, com certeza receberá o coaching como uma excelente ideia. Afinal, tudo aquilo que vem de novo para esses jovens é sinônimo de aprendizado.

No mercado de trabalho, eles são os que recebem essa ideia com mais facilidade, e a visão deles sobre o coaching é positiva, revelando aquilo que ele realmente é: um processo de autoconhecimento e autodesenvolvimento.

Para estes jovens, o mergulho em si trará muitas respostas, e respostas são aquilo que eles mais esperam o tempo todo.

O coaching para esta geração é importante principalmente porque esses jovens têm a necessidade de feedbacks constantes, e o mergulho no processo de autoconhecimento trará os feedbacks que eles precisam deles mesmos.

Claro, receber feedbacks de um líder é fundamental, mas quando somos estimulados a enxergar por conta própria através do coaching, nosso desenvolvimento é ainda mais positivo.

Outro ponto fundamental é que o autoconhecimento possibilita que uma mente inovadora, como a desses jovens, seja capaz de aplicar essa inovação estrategicamente, colaborando ainda mais em diversos projetos.

Indispensável para o desenvolvimento da geração Z

Quando os recém-chegados ao mercado de trabalho da geração Z recebem a oportunidade de passar pelo processo de coaching, eles recebem também a oportunidade de um amadurecimento profissional verdadeiro e eficiente.

A maioria desses jovens ainda não tem certeza do que querem. De fato, a incerteza não é um problema, mas pode refletir em forma de desinteresse no mundo dos negócios.

Isso porque quando um jovem não sabe direito o que ele quer, ele pode não focar naquilo que deveria em determinado momento.

O coaching, com a sua proposta de facilitar o desenvolvimento de pessoas, pode proporcionar a esses jovens a chance de se entenderem cada vez mais.

Quando o entendimento sobre si mesmo acontece, o jovem é capaz de começar a desenhar suas metas, seus sonhos, de compreender aonde quer chegar.

Sabendo aonde quer chegar, sua performance melhora rumo a conquista de seus sonhos. Ele trabalha muito mais focado deixando o desinteresse de lado.

O coaching é indispensável para o desenvolvimento da geração Z, porque apesar deles terem acesso muito fácil à informação, na maioria das vezes é difícil fazer com que eles se dediquem a si mesmos.

O papel do coaching no seu desenvolvimento pessoal e profissional

Assim como é necessário conhecer a teoria e a prática para encontrar o resultado correto de uma situação matemática, é importante conhecer a teoria e a prática para encontrar respostas de algumas esferas da vida, e é exatamente neste aspecto que o coaching é capaz de auxiliar.

Durante todo o processo do uso dessa importante ferramenta que é o coaching, o coach (profissional) instiga o coachee (cliente) com diversos questionamentos para provocar uma autorreflexão, possibilitando que ele vá de encontro a novas descobertas.

O mergulho no autoconhecimento desencadeia um processo de evolução contínua, potencializando o desenvolvimento pessoal e profissional do indivíduo. Mas, é importante compreender que ambos os polos da vida caminham juntos.

Você é um só

Não dá para deixar sua versão pessoal em casa antes de ir para o trabalho e lá encontrar sua versão profissional, pois, a verdade é que você é um só. Esse entendimento é importante para que os dois campos da sua vida se desenvolvam juntos, e é o equilíbrio entre eles que traz respostas positivas.

O coaching trabalha a sua inteligência emocional para que você se torne capaz de focar naquilo que realmente importa, sem que suas aflições ou turbulências emocionais o atrapalhem, e façam com que você haja contra si mesmo.

Por exemplo, pode ser que na noite anterior a uma grande apresentação para o seu chefe, você tenha discutido com os seus entes queridos, o que manifestou o sentimento de estresse em você. Se sua inteligência emocional não for trabalhada, é provável que você chegue para essa apresentação irritada, se atropelando em palavras, prejudicando a sua performance.

Ou ainda, a situação pode ser contrária. O seu dia no trabalho pode ter sido cheio de surpresas desagradáveis, e ao chegar em casa com o corpo tomado pelo estresse, você desconte isso nas pessoas que mais ama.

No trabalho, você não pode deixar que suas questões pessoais afetem sua performance, afinal, isso significa que o seu crescimento profissional será afetado também. E em casa, você não pode permitir que as dificuldades no trabalho prejudiquem o bom convívio com as pessoas que você ama.

De fato, não tem como se dividir em duas versões, mas é possível aprender a equilibrar o que acontece nos diferentes campos de sua vida, e à medida em isso acontece, você se torna mais racional, controlando suas emoções negativas.

Claro, muitas vezes, não é fácil compreender tudo isso sozinho, e é exatamente por esse motivo que o coaching é uma importante ferramenta. Com ele, fica mais fácil conquistar esse equilíbrio e com o equilíbrio o seu desenvolvimento será cada vez melhor.

Consciência é a palavra-chave

O coaching desperta a sua consciência. Ele é um agente facilitador para que você descubra cada vez mais sobre si mesmo. Quando sabemos pouco sobre nós, não sabemos também para onde ir.  Mas, quando estamos conscientes sobre nós mesmos, surgem pequenas respostas capazes de impulsionar as grandes transformações.

Conscientes, sabemos para onde ir, por que ir, e o que temos que fazer para alcançar aquilo que tanto desejamos, seja pessoalmente ou profissionalmente.

O despertar da sua consciência potencializa escolhas e provoca mudanças, auxiliando-o na superação de seus medos e crenças limitantes.

Planejar para conquistar

Tão importante quanto saber para onde ir, por que ir, e o que temos que fazer para alcançar aquilo que tanto desejamos, é necessário criar um planejamento para que as coisas não fiquem apenas no plano das ideias.

A consciência desperta a ideia, mas é o planejamento que o aproxima de suas conquistas.

O coaching te ajuda a compreender qual é o seu estado atual, para que a sua jornada rumo ao seu estado futuro seja desempenhada da melhor forma possível.

O planejamento de ações e atitudes permite que você alcance suas metas, sonhos e objetivos. E é a busca por essas importantes conquistas que exploram o seu potencial humano.

O coaching extrai o melhor de você

Seja para ser um profissional melhor, ou uma pessoa melhor, já vimos que não importa, que você é o todo, e o coaching te ajuda a extrair o melhor desse todo. Com o autoconhecimento e as reflexões nas quais você passa a se dedicar, você entende o que tem de melhor em si.

O coaching trabalha o seu melhor para que ele seja aplicado em todas as esferas da sua vida. Dessa forma, você começa não só a aproveitar as novas oportunidades, mas sim, a desenvolver novas oportunidades para si mesmo, identificando quais são seus pontos positivos, fortalecendo suas competências e habilidades.

Com o coaching você passa a se dedicar a si

De tudo o que foi abordado até aqui, fica perceptível que independente do que o coaching pode te proporcionar, é nítido o quanto ele faz você se dedicar a si mesmo.

Não existe uma forma de alcançar o engrandecimento pessoal e encontrar respostas tão importantes se você não se dedica a si.

Seja o ato de parar durante 5 minutos para uma respiração mais profunda, fazer um alongamento, ou observar o que você está sentindo, não importa, tudo isso permite que você mergulhe nas suas próprias ideias, sonhos e emoções.

Quando você se conhece, se desenvolve, entende que pode alcançar aquilo que quiser, desde que se dedique a isso. Seu start pode ser agora!

Coaching de equipe com mãos unidas

Coaching de equipe: um diferencial das organizações de sucesso

Uma ferramenta muito procurada por profissionais e empresas, o coaching ou o coaching de equipe, quando bem aplicado e estruturado é capaz de proporcionar resultados de sucesso através de uma evolução contínua adquirida pelo autoconhecimento, onde pessoas descobrem suas forças para potencializá-las, fraquezas para melhorá-las e ficam mais focadas e comprometidas em si mesmas.

O que é coaching de equipe?

Utilizando elementos práticos e estratégicos, o coaching de equipe é aplicado em forma de sessões para grupos de pessoas que pertencem a uma mesma empresa e que irão trabalhar juntas em um projeto específico.

A verdadeira missão do coaching de equipe é equilibrar diferentes pessoas e personalidades para que elas sejam capazes de criar uma sinergia coletiva e alcançarem unidas um mesmo objetivo final.

Desenvolver pessoas é desenvolver corporações

O coaching, de uma forma geral, colabora para o desenvolvimento pessoal e individual, que acontece através do mergulho no autoconhecimento. Pessoas que conhecem a si mesmas são capazes de potencializar características essenciais para obter resultados surpreendentes.

Quando o coaching de equipe é aplicado, não são apenas as características individuais que são potencializadas, mas as características coletivas também. Uma equipe que se conhece, se potencializa e se aprimora, intensificando o desenvolvimento da corporação à qual pertence.

A partir do momento em que o desenvolvimento não potencializa apenas o indivíduo e sim o coletivo, os membros da equipe passam a entender e valorizar seus colegas de trabalho, criando uma sinergia madura e vencedora para a própria empresa.

Com o coaching de equipe, missões individuais são conectadas às missões da equipe e consequentemente da empresa. E o resultado de tudo isso não pode ser diferente de positivo!

Porque aplicar o coaching de equipe

Empresas falam em mudanças diariamente. O cenário muda a cada minuto e, por isso, é necessário contar com uma equipe de profissionais que tenha uma visão panorâmica. Esses profissionais, além de ágeis, precisam ser assertivos.

Ter um profissional de excelência em uma equipe ajuda e muito para que os desafios diários sejam vencidos, mas, ter uma equipe de profissionais de excelência é, sem dúvida, a solução mais inteligente e certeira. E, para que todos caminhem juntos com a mesma força e exatidão de passos, o coaching de equipe é um ótimo recurso.

Gestões mais humanas são essenciais para resultados de sucesso

Aqui, nos referimos como uma gestão mais humana aquela em que o líder está o mais próximo possível de sua equipe, mas, sabemos que essa não é uma tarefa fácil e exige um exercício diário.

Muitas vezes, o líder tenta criar a aproximação, e as lacunas individuais não permitem que isso aconteça. Sendo assim, o coaching de equipe é utilizado para facilitar o processo.

Pouco a pouco e através do autoconhecimento, as lacunas individuais são erradicadas, permitindo a formação de uma equipe cada vez mais sólida, consciente e unida.

A partir do momento em que laços são criados, as pessoas estão próximas e consequentemente próximas ao líder, permite-se que ele se conecte verdadeiramente com cada indivíduo.

Quando uma aproximação entre líder e equipe é estabelecida, ele se comunica melhor e ouve melhor, exercendo atitudes primordiais para que todos alcancem objetivos comuns e resultados de sucesso.

Potencializar o todo para voar cada vez mais longe

Quando cada um faz um pouco, os resultados surgem lentamente, mas quando o todo faz muito, os resultados se potencializam.

O coaching de equipe permite que pessoas intensifiquem resultados positivos em uma empresa. Vamos começar a praticar isso na sua?

Coaching Individual: Estratégias para vencer em tempos de crise

Você quer melhorar resultados, desafiar as lógicas pessimistas e especulativas? Você está preparado para imprimir a sua marca e alcançar uma excelente performance, mesmo em tempos de crise? Quais ferramentas você utiliza para vencer todos os dias e transformar um cenário instável num celeiro de oportunidades? Chegou a hora de driblar a negatividade de mercado e buscar o diferencial capaz de alçá-lo ao sucesso. O desafio está lançado!

Como reagir em momentos de crise?

O país passa por um momento de instabilidade que atinge diversos setores da economia nacional. As especulação imperam e, por toda a parte, encontramos pessoas anunciando uma falência generalizada do Brasil – o que prejudica exponencialmente a capacidade de uma nação sair do estado de “coma”.

Não se trata de uma apologia ao otimismo alienado ou fechar os olhos para a realidade. A missão que se coloca, diante da situação vigente, é a de refletir sobre as possibilidades de impor uma nova realidade dentro da esfera econômica. É tempo de buscar oportunidades para se sobressair e se fortalecer, uma postura inerente à personalidade dos vencedores: enquanto todos dizem “não tem mais jeito, eles vão lá e criam uma nova forma de dar um jeito”.

O que você precisa para se blindar contra efeitos nocivos da crise e escalar, mesmo em tempos sisudos é fortalecer as suas competências, habilidades e potencialidades, além de encontrar uma maneira de minimizar aqueles comportamentos que reforçam fraquezas ou inseguranças. E se você não conhece o caminho ou a chave para essa autoanálise e reciclagem, o coaching Individual pode responder a muitas questões, além de prepará-lo para vencer, até mesmo em períodos adversos.

 

Habilidades para se sobressair em tempos de adversidade

Listei algumas habilidades necessárias para conquistar ou assegurar o seu espaço no mercado. Tenha mente que: quanto mais preparado e consciente da sua necessidade de se reinventar sempre, maiores as chances de superar uma fase de turbulência com possibilidades reais de bons frutos e resultados surpreendentes.

Aprender a administrar o seu próprio tempo: Seja capaz de administrar compromissos, prazos e metas. Evitar o acúmulo de tarefas ou a execução de afazeres desnecessários pode ser o primeiro passo para otimizar a sua rotina e tornar o seu dia mais produtivo. Trata-se de um exercício diário, que exige disciplina, concentração e esforço.

Desenvolver a sua capacidade de comunicação: Saiba se fazer entender, que a sua mensagem chegue ao seu receptor de maneira clara, sem ruídos e com o maior aporte de informações necessários para que o processo de comunicação se concretize. Uma comunicação assertiva, baseada em diálogo claro e objetivo tende a elevar a melhorar consideravelmente o retorno sobre suas atividades e ações.

Alinhar posturas pessoais e profissionais: Encontre uma maneira de ajustar o comportamento em todos os âmbitos da sua vida. Não basta voltar-se apenas para corrigir fraquezas ou falhas no campo profissional, se você negligenciar a sua vida pessoal. Você é o resultado constante da soma entre essas duas áreas. O equilíbrio é a melhor maneira de equacionar essa questão.

Estar preparado para dar e receber feedbacks: Aprenda a ouvir sobre suas próprias falhas ou pontos a melhorar. Muitas vezes ficamos resistentes à críticas e, por sua vez, deixamos de evoluir como pessoas ou profissionais. Em contrapartida, seja generoso em fornecer feedback para as pessoas do seu convívio. Feedback é sempre uma ótima ferramenta para aparar arestas e fortalecer relações.

Ser capaz de motivar, engajar e liderar uma equipe: Seja o exemplo e a inspiração necessária para que outras pessoas possam se espelhar na sua postura e conduta. Coloque-se como uma pessoa positiva, com força de vontade e disposição para superar desafios e vencer obstáculos. Força de vontade é contagiante. Que este processo comece por você.

Ser flexível e adaptável em situações de mudanças repentinas: Aprenda a conviver com o novo. O ser humano tende a encarar mudanças como algo negativo, principalmente no ambiente corporativo. Por trás de toda mudança existe uma possibilidade de novos resultados, com um caminho diferente que pode leva-lo a algo bom. Basta dar a oportunidade para que as transformações aconteçam de maneira positiva. Mude sempre que necessário e não tenha medo do desconhecido. Por que não fazer dessas alterações um degrau para subir na carreira?

Buscar ajuda profissional: o primeiro passo para um caminho de sucesso

O Coaching Individual vai ao encontro daqueles que buscam um “reajuste de rota”. Muitas pessoas não estão satisfeitas com os próprios rumos profissionais; outras vezes a carreira parece estagnada, necessitando de um aporte capaz de criar meios para crescer dentro de uma empresa. Essa ferramenta é uma ótima aliada para quem necessita aliar os conceitos técnicos de planejamento, em todas as suas esferas, no âmbito da prática.

Algumas pessoas encontram dificuldades em gerir conflitos, prazos, contratempos e situações inusitadas. O método de Coaching Individual visa desenvolver e fortalecer as habilidades do ser humano, estimulando o foco, a concentração, a disciplina, o pensamento estratégico e a liderança.

Um verdadeiro convite ao autoconhecimento: revisar posturas, compreender pontos fracos – com o intuito de transformá-los em pontos fortes; projetar metas pessoais e profissionais, embasadas em variáveis palpáveis e concretas. O Coaching Individual é para aqueles que não abrem mão do sucesso e não aceitam nada menos que a excelência em tudo o que fazem.

 

Quer entender melhor o que é Coaching e saber como esta ferramenta pode revolucionar a sua postura pessoal e profissional? Quer potencializar suas habilidades de líder, fazer networking e entender como a criatividade e a geração de novas ideias podem se sobrepor em tempos de crise? A Asas Dh oferece a você uma oportunidade para melhorar e desenvolver seu potencial de ir além da adversidade. Vem aí, o Curso Coaching em 4 passos, no dia 23 de março. Um encontro feito especialmente para você que deseja vencer. Clique aqui para mais informações.

Foco = Coaching

William James, um dos fundadores da psicologia moderna, definiu a atenção (foco) como “a repentina tomada de posse pela mente”.

Pensando nisso, na área educacional e também no mundo corporativo, a competência comportamental mais importante e necessária para concluir um projeto, um relatório ou um trabalho de conclusão de curso é sem dúvida o FOCO.

De acordo com pesquisa realizada pela Robert Half com 2.100 CFOs dos Estados Unidos. Mais de 30% dos entrevistados afirmaram que o principal motivo para a distração de seus colaboradores é a utilização da internet para fins pessoais, incluindo redes sociais, e 27% responderam ser as famosas conversas de corredor.

Ainda de acordo com a pesquisa, ligações telefônicas ou e-mails pessoais, reuniões e e-mails corporativos também foram apontados pelos entrevistados como motivos para o desperdício de tempo de seus funcionários, e apareceram no ranking com 20%, 11% e 7% respectivamente.

Por esse motivo, procuramos explicar e tentar ajudá-lo a ter foco em suas atividades. O primeiro ponto que precisamos definir são as principais distrações que podem existir:

• Distração sensorial: são estímulos que seu cérebro elimina do contínuo fluxo dos sons, formas e cores de fundo, sabores, cheiros, sensações e assim por diante.

• Distração emocional: são sinais carregados emocionalmente. Um exemplo fácil para este exemplo é quando você está tentando se concentrar para responder um e-mail em meio ao zum-zum-zum e ouve alguém dizendo seu nome. É praticamente impossível ignorar a voz que o pronunciou – a sua atração alerta automaticamente para escutar o que está sendo dito a seu respeito.

Como o foco exige que abstraiamos as distrações emocionais, nossa estrutura neural para a atenção seletiva inclui inibir a emoção. Isso significa que quem tem melhor foco é relativamente imune a turbulências emocionais, tem mais capacidade de se manter calmo durante crises e de se manter no prumo, apesar das agitações emocionais da vida.

De acordo com Richard Davidson, neurocientista na Universidade de Wisconsin, o circuito principal do córtex pré-frontal fica sincronizado com o objeto daquele feixe de consciência que ele chama de bloqueio de fase. Se as pessoas estão focadas em apertar um botão quando ouvem um determinado tom, os sinais elétricos de sua área pré-frontal disparam em sincronia precisa com o som em questão.

Quanto melhor for o seu foco, mais forte é o seu bloqueio neural.

Com tantas distrações nos dias atuais (p. ex., redes sociais, internet, mensagens online, bombardeio de textos, vídeos, imagens e demais atividades que nos tiram a concentração), como conseguir esse tipo de qualidade de foco descrito anteriormente?

Como o Coaching poderia nos ajudar a ter mais foco?

Para quem não conhece, o Coaching leva à tomada de consciência, potencializa escolhas e provoca mudanças. Ele libera o potencial da pessoa para maximizar o desempenho; mais que ensinar, o Coaching ajuda a aprender.

Qualquer mudança em nossa vida se inicia com uma pequena ação. Usamos nossa imaginação para realizarmos nossas próprias projeções na direção de nosso melhor futuro.

Coaching significa mudança… como efetuar mudanças. E o que nós queremos? Foco? Então a resposta é sim! O Coaching pode nos ajudar a ter mais foco, concentração para nossas atividades diárias ou em algum projeto maior.

E como podemos fazer isso?

Por meio de perguntas, um Coach qualificado dá suporte à realização de resultados extraordinários, com base nas metas estabelecidas dos Coachees.

De acordo com o que abordamos neste artigo, já sabemos tudo sobre o foco para termos sucesso em determinada atividade e também já temos a definição de Coaching e como ele pode nos ajudar. Dessa maneira, qual será nosso primeiro passo para melhorar nosso foco?

Segue uma dica muito valiosa que vou oferecer para vocês:

Sugiro que façam um autocoaching com as seguintes perguntas:

• O que causa a perda do seu foco? Entender o ponto principal é o primeiro passo para resolver a questão.

• Qual é o planejamento diário que você faz antes de iniciar suas atividades, no trabalho ou na faculdade? O estabelecimento de metas, com as tarefas anotadas, pode manter o foco.

• Como é sua alimentação? Você faz a principal refeição do dia? O café da manhã? Estudos comprovam que se alimentar bem na primeira refeição do dia melhora a atenção e a concentração.

• Você faz algum tipo de meditação ou alguma atividade física? Cientistas descobriram que meditação melhora as funções do cérebro ligadas à atenção.

• Em tarefas que não envolvam a internet, você deixa o celular offline ou em modo silencioso? Um levantamento comprova que 60% das interrupções no trabalho vêm de e-mail, redes sociais e celulares.

Outra sugestão é a leitura do livro: FOCO – Daniel Goleman.

Para finalizar…uma frase que gostamos muito aqui na Asas:

“Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes.” Albert Einstein.

Boa leitura

 

Michele Guerra
Sócia e Gerente de Marketing da ASAS Desenvolvimento Humano. Graduada em Administração de Empresas com ênfase em Marketing pela ESAMC: Escola Superior de Administração, Marketing e Comunicação.
Especialidade em Recursos Humanos com ênfase em Departamento Pessoal pela: Cenofisco .
Experiência Internacional na área de Recursos Humanos na Empresa: Ronnete Riley Architect – New York City – USA
Possui Curso de Certificação internacional em Coaching pela Lambent & International Coaching Community (ICC); Certificação Internacional em Teoria Comportamental DISC, pela Thomas Internacional.
Site: www.asasdh.com.br
E-mail: michele@asasdh.com.br