asasdh

Como transformar pontos fracos em diferencial competitivo?

fraquezas

 

Somos todos seres ímpares, dotados de características diversas que nos fazem diferentes e especiais. Carregamos conosco uma bagagem de sentimentos, memórias, forças e limitações. Até mesmo os líderes que revolucionaram a história, os grandes vencedores; todos, sem exceção foram convidados, em algum ponto de suas trajetórias a desafiarem medos e driblarem suas próprias fraquezas. Eis o legado humano da nossa existência, que nos iguala e democratiza o ponto de partida rumo ao sucesso. Autoconhecimento e autoanálise são ferramentas importantes na difícil missão de converter pontos fracos em armas poderosas capazes de conferir o diferencial que você precisa para se destacar na multidão.

 

Temos dois caminhos: estacionar no tempo, ir ao encontro da estagnação diante dos nossos pontos críticos ou desafia-los. É uma questão de reprogramação de pensamentos, atitudes e estilo de vida. Quer assumir o controle da sua vida? Quer potencializar suas habilidades ? Comece agora mesmo. O primeiro passo é tudo o que você precisa.

 

7 passos para transformar fraquezas em forças

 

Fuja da “Síndrome de Fracassado”: A correria e a cobrança do cotidiano nos impulsionam a analisar o mundo sob uma ótima superficial, focando apenas no hoje, nos problemas ou ausência de soluções. Não é raro adquirir a sensação de fracasso generalizado, o que se torna um entrave para grandes voos ou aquela volta por cima que você tanto precisa. Valorize as suas conquistas e a sua história até o presente momento. Liste acertos, méritos e vitórias que marcaram a sua jornada. Preservar a memória positiva é um excelente remédio para curar o pessimismo.

 

Não tenha medo de exibir qualidades: Quantos não “engasgaram” ao serem indagados sobre seus pontos positivos? O ser humano foi condicionado a dar uma maior ênfase nos defeitos, nos pontos a evoluir. Logo, falar de coisas boas é sempre um desafio. Que tal começar a fazer o caminho inverso? Busque a sua verdade, as suas virtudes, as suas forças e talentos. Não caia nas armadilhas da modéstia sem critérios ou no medo de parecer pedante. Você tem o seu valor. Mostre para o mundo o seu brilho.

 

Aprenda a conviver com seus próprios defeitos: Ansiedade, perfeccionismo, medo de mudanças, pensamentos acelerados, um ritmo peculiar de processar informações, timidez, excesso de autoestima. A lista de possíveis defeitos é extensa e, com certeza, acumulamos diversos desses adjetivos ao longo da nossa caminhada. O que vai nos diferenciar na vida pessoal ou profissional será a maneira como vamos administrar essas fraquezas, para que elas possam gerar a força que precisamos para cada esfera de nossas vidas. Assumir os próprios defeitos é a maneira mais sincera de realizar esta tarefa. Lembre-se daquela máxima: “não pode com o inimigo, junte-se a ele” – neste caso, transforme-o em aliado na constante busca por resultados.

 

Autoestima é uma das armas para o sucesso: Supere qualquer resquício de complexo de inferioridade. Anule a sensação de impotência ou descrédito perante uma situação. Manter o sorriso no rosto, mesmo nas maiores adversidades pode alimentar a força que você tanto precisa para ir além. Repita frases positivas e mantenha a mesma sintonia para os pensamentos. Você pode. Você faz!

 

Qual é o seu diferencial competitivo? As grandes marcas utilizam uma premissa do Marketing, na hora de buscar um aporte competitivo no mercado. Algumas vão competir com preços baixos, outras com prazos estendidos, outras com um atendimento mais humanizado. O mercado já descobriu que não se pode ter um diferencial em todas as áreas. Logo, você está convidado a descobrir com qual das suas armas irá competir na vida pessoal e profissional. Lembre-se, autoconhecimento é uma arte. Pratique essa ideia.

 

Não tenha medo do sucesso: algumas pessoas adquirem um medo de resultados positivos. Em algum momento, lá na infância, alguém disse “se você rir muito hoje, amanhã pode chorar”. Crendices e folclore à parte; na prática, encontramos pessoas condicionadas a esperar pelo pior, sempre. E, quando algo bom acontece, quando atingem alguma meta importante, algum resultado relevante, logo assumem uma postura de retração, o que pode congelar as potencialidades de cada conquista. Deixe que sua vitória reverbere em todos os cantos e não tenha medo de vencer cada dia mais.

 

Tenha referências ou inspirações: Somos movidos a bons exemplos. Um caminho para transformar fraquezas em grandes talentos e fortalezas é a Teoria do Espelho. Quem são seus ídolos, suas referências, seus pontos de apoio? Que você possa se espelhar no sucesso desses “mentores” e transformar a trajetória de sucesso alheia em combustível para protagonizar a sua própria história de superação.

 

Time Asas DH

 

Comente: 1
Postar um comentário