Determine metas e planeje sua carreira. 2019 já chegou!

Você já sabe o que deseja alcançar em 2019? Aproveite este início de ano não só para relaxar, mas também, para determinar suas metas e planejar sua carreira. Um novo ciclo de oportunidades se aproxima.

Se você não sabe por onde começar, aproveite nossas dicas. Que 2019 seja um ano incrível e de muito sucesso para você!

O que você fez no último ano?

Questione-se e anote todas as respostas.

Uma boa forma de saber por onde começar é saber onde você parou. Como foi 2018 para você? Quais foram os seus erros? Acertos? Você fez quais descobertas? O que te desagradou? Ou te realizou?

Em algum momento você se questionou se está na profissão correta? Está com aquela sensação de que não conseguirá mais sobreviver àquele emprego? Acha que é a hora de conquistar uma promoção?

Faça uma verdadeira retrospectiva sobre o último ano e anote tudo.

Tão importante quanto saber o que você quer, é saber o que você não quer

O exercício acima é uma importante ferramenta para esclarecer ideias.

Escrevendo você será capaz de extrair um importante conteúdo baseado em suas próprias vivências profissionais, e isso te ajudará a compreender o que você quer e o que definitivamente você não quer mais para sua carreira.

Esse contraste de entender o que queremos e o que não queremos é importante para que saibamos focar a nossa energia no lugar certo. Quando isso fica claro, começamos a nos concentrar no que realmente importa.

Compre um caderno

Ele não precisa ter uma capa bonita, só precisa conter suas melhores ideias.

Quando você tiver definido aquilo que quer para sua carreira, mais uma vez, escreva. A escrita faz com que os desejos saiam do plano das ideias e tomem a forma de objetivos.

Escreva todos os seus objetivos profissionais, não economize palavras e organize da forma que achar melhor.

Filtre esses objetivos

Depois de se permitir escrever tudo aquilo que você considerava um importante objetivo para o próximo ano, é hora de filtrar.

Para que um planejamento de carreira seja realizado com o intuito de que você alcance suas metas, é preciso que seus objetivos sejam reais.

Além disso, trabalhar com muitos objetivos pode fazer com que você fique confuso, e no fim, mais uma vez, não saiba qual direção seguir.

É melhor ter menos objetivos alcançáveis, do que muitos objetivos fantasiosos. Com os alcançáveis você sai do lugar, com os fantasiosos você continua onde está.

Transforme objetivos em metas

Para isso, quantifique e determine um prazo.

Se seu objetivo é: “desejo alavancar minha carreira profissional”

Sua meta deve ser: “em 2019 me dedicarei aos cursos x, ye z, pois quero ser promovido para gerente em até dois anos e sei que esses cursos são indispensáveis para permitir que isso aconteça.”

Não se esqueça de que no mercado de trabalho sua performance é avaliada constantemente, por isso, é ela que será analisada para que você receba um aumento, uma promoção dentro da empresa em que já trabalha ou uma nova oportunidade.

O que você precisa saber é o que é necessário para performar mais. No exemplo acima, cursos de especialização eram importantes para desenvolver o conhecimento, ter um melhor desempenho e possibilitar a chance de uma promoção.

De fato, pode ser que essa promoção não venha em dois anos, pode ser que ela demore um pouco mais, pois são muitos os fatores que influenciam essa questão, mas quantificar o que você precisa fazer e determinar um prazo para o que deseja, te aproxima de realizar suas conquistas.

Quando você quantifica e determina prazos fica mais fácil de perceber o que deve ser ajustado para alcançar tal meta. Se guardar seus objetivos apenas no plano das ideias, pode ser que eles demorem muito tempo para se realizar, pois você não saberá qual o melhor caminho para percorrer.

Não pense apenas no longo prazo

Utilizando mais uma vez o exemplo dado em alguns parágrafos acima, o sujeito deseja ser promovido para gerente em até dois anos, mas observe que ele está determinando em sua meta o que precisa fazer AGORA para alcançar o que deseja mais a frente.

Se você idealizar apenas a ideia de que daqui dois anos deseja uma promoção ou daqui três deseja uma oportunidade de trabalhar fora do país, mas não começar a fazer agora os pequenos ajustes para concluir essas metas, então ficará difícil alcançá-las.

Existe algo que você possa começar a fazer em 2019? Ou em 2019 você já estará 100% pronto?

Pense sobre isso. Pode ser que neste ano você ainda não consiga dar os grandes passos que deseja, mas que possa dar passos importantes para sua carreira. Dedique-se a isso!

É importante saber o que almejamos profissionalmente para o nosso futuro? Muito! No entanto, é essencial que saibamos o que deve ser feito agora. Os pequenos detalhes nos ajudam a conquistar nossos grandes sonhos.

Observe seu desempenho

Ao longo do processo, observe seu desempenho. Lembra daquele caderno? Das suas anotações? Dos seus objetivos? No exercício de transformá-los em metas? Não guarde esse importante material dentro de uma gaveta, consulte-o sempre e se for necessário, faça alguns ajustes.

Os planos podem mudar, as oportunidades também, é importante que você esteja atento para configurar aquilo que for necessário.

Analise o que está dando certo, o que pode ser melhorado e faça! Um planejamento eficiente não é aquele que é seguido precisamente do começo ao fim, mas sim, aquele que se adapta estrategicamente quando necessário para que as metas sejam alcançadas.

Deu para inspirar? Aproveite 2019!

Foco em 2016: a importância na vida pessoal e profissional

1

Estamos no início de um novo ano. Com ele, aquela vontade clássica de colocar todos os planos em prática e de fazer os próximos meses valerem a pena. A euforia, o desejo de auto realização e a necessidade de novos desafios, muitas vezes esbarram na falta de organização das ideias e projetos. Manter o foco pode ser o grande diferencial para driblar a ansiedade e projetar resultados mais assertivos.

Por que é tão difícil manter o foco?

O caos urbano, a concorrência cada vez mais acirrada e a tecnologia alçando patamares vertiginosos potencializam aquela sensação de inércia perante o turbilhão de informações, novidades e acontecimentos diários. Somos convidados a acreditar que precisamos fazer milhões de coisas, investir em diversas frentes e projetos para acompanhar a evolução natural dos famosos tempos modernos. Sem ao menos perceber, deixamos de lado o critério do “qualitativo” e mergulhamos no universo do quantitativo – uma esfera perigosa, que possui armadilhas sutis que afetam diretamente a nossa capacidade de focar em algo.

A falta de foco, muitas vezes se descortina em nossa vida como um “efeito dominó” – se não conseguimos traçar as diretrizes do que queremos para a nossa vida pessoal, fatalmente isso será refletido no campo profissional. Afinal, somos o resultado de um conjunto complexo que envolve todas as nossas atitudes, erros, acertos, aspirações e sentimentos. Logo, antes de qualquer coisa, vale a pena entender que devemos buscar o autoconhecimento e uma reorganização integrada, que seja capaz de minimizar pontos fracos e trazer à luz aquelas potencialidades, muitas vezes ocultas na correria nossa de cada dia.

Como identificar se você precisa ajustar o foco?

– Você vive pronunciando frases do tipo “queria mais horas no meu dia” ou “não consigo cumprir a minha agenda”.

– Você se dispersa com facilidade, seja com celular, internet, uma música ou qualquer intervenção capaz de roubar a sua atenção.

– Você tem dificuldades em dizer “NÃO” – aceita trabalhos, compromissos, propostas e tarefas, mesmo identificando que não conseguirá cumprir o combinado. Contudo, com o intuito de agradar, se promover ou até mesmo “mostrar serviço”, você sacrifica horas preciosas de descanso para driblar o tempo.

– Você não possui o hábito de revisar ou acompanhar projetos pessoais ou profissionais.

– A sua sensação de desorganização generalizada incomoda e leva a um estado de estresse e irritabilidade; prejudicando resultados, o sono, as relações interpessoais e a sua assertividade.

– Desmotivação ou aquela preguiça para trabalhar ou realizar tarefas pode ser um sintoma de falta de foco.

Dicas para manter o foco no trabalho

1)      Crie uma agenda diária de atividades – o famoso “check list” ajuda a organizar as ações e minimiza o impacto das distrações do cotidiano.

2)      Estabeleça prioridades e prazos: muitas vezes perdemos o foco devido a preocupação com alguma tarefa complexa ou algum prazo escasso. Determine o que é mais importante e encare os desafios de frente. Deixar para a última hora, pode ser angustiante e contraproducente.

3)      Vida pessoal no ambiente corporativo: vez ou outra somos influenciados por acontecimentos externos ao ambiente de trabalho: preocupações com familiares, vida afetiva ou similares têm um poder devastador sobre a nossa percepção de foco. Mantenha-se ocupado, concentre-se nas atividades e atribuições do trabalho. O seu horário de almoço pode ser um bom momento para resolver ou refletir sobre essas questões.

4)      Evite as conversas fora de hora: precisamos interagir e conviver com os nossos colegas de trabalho. Porém, utilize o filtro poderoso do bom senso: aquele bate papo está influenciando nas suas entregas daquele dia? Há momento para tudo, saiba compreender e identificar a melhor hora para socializar. Aproveite as pausas e crie situações para conversar. O happy hour semanal, quinzenal ou mensal pode ser um bom artifício para sanar essa questão.

5)       Coloque o FOCO em pauta: dialogue sobre a importância de estabelecer metas, organizar os passos para atingir um resultado. Faça reuniões, proponha discussões, capte ideias de boas práticas. Nada melhor do que falar sobre um problema para resolvê-lo.

 

O Foco e a vida pessoal

Não é errado ter muitos objetivos, vários sonhos e anseios. Ocorre que, em alguns casos, ficamos perdidos, sem saber como vamos atingir o que queremos. Eis a questão: definir o que queremos, em seguida como vamos atingir tal propósito e, por último, a adequação de prazos, logística e possíveis mudanças de rota.

Desempenhamos vários papeis ao longo da nossa trajetória. Não podemos negligenciar um setor de nossas vidas em nome de outro. Não deixe de olhar para si próprio, para suas amizades, sua família, relacionamento, saúde, bem estar e autoestima. Ter foco é dar atenção aos detalhes, aos nossos e sonhos e ao mundo que gira a nossa volta.

O excesso está sempre na posição de vilão quando falamos em pontos a melhorar ou desenvolver. Buscar o equilíbrio pode parecer uma meta subjetiva, contudo, este é o caminho mais curto para redefinir a rota da sua vida pessoal e profissional. O sucesso é a próxima parada.

 

 

Time Asas DH

Como aproveitar melhor o tempo?

tempo

Organizar tarefas, ideias, planos e projetos. Muitas pessoas encontram dificuldades em lidar com o tempo. É muito comum surgir o pensamento de “gostaria de um dia com mais horas” ou “vivo atrasado para tudo”.

Como gerenciar o tempo – estabelecendo uma métrica de prioridade, urgência e atividades supérfluas?

Como você utiliza seu tempo?

É comum ouvir das pessoas a frase: Não tenho tempo para nada! E, no entanto, quando estamos dentro das empresas para algum projeto, observamos que não são as pessoas que não tem tempo, é o tempo que é mal utilizado, faltando foco no objetivo a ser atingido.

Algumas pessoas tem o hábito de dar muitas voltas para o assunto em específico e não vão direto ao ponto, como por exemplo, entrar em uma reunião e discutir assuntos fora da pauta, ou então, sair da reunião sem nenhum plano de ação definido sobre o tema discutido.

Vilões da falta de tempo:

  • Usar o tempo para discutir assuntos que não são o foco do objetivo. Pessoas precisam decidir sobre aquele assunto e perdem o foco, e a conversa, às vezes, gira em torno de outros os assuntos, menos o assunto que tem que ser discutido.
  • Não ter uma lista de prioridades
  • Não estipular tempo para as tarefas
  • Não ter conhecimento em ferramentas de administração de tempo
  • Não ter consciência das ações que precisa aplicar para melhorar seu tempo

Podemos aprender em vários modelos de planilhas de administração de tempo e trazer a ideia pronta, porém acreditamos que cada um sabe como administrar melhor seu tempo, a partir do momento que identifica onde está desperdiçando energia.

Responda da sua maneira, qual é a melhor técnica para se tornar consciente das suas ações do dia a dia?

Isso mesmo! Consciente das suas ações no dia a dia!

Temos que ter consciência do que estamos fazendo do nosso tempo, como utilizamos nosso tempo e como vamos nos organizar para ter.

Tenha consciência:

1)      Faça uma lista onde é utilizado seu tempo (e-mails, reuniões, telefone, redes sociais, projetos, vida social, etc..).

2)      Numere as tarefas por grau de prioridade.

3)      Observe o grau de importância, de 1 a 10, de cada tarefa, e tenha consciência se realmente ela é importante.

4)      Faça um resumo de “como” você resolve cada tarefa, indicando tempo e metodologia que usa para resolver. Avalie se está no caminho certo e desenvolva um plano B, com economia de tempo para cada tarefa. Esta economia poder ser encontrada em delegar, compartilhar, pedir ajuda.

Usando estes quatro passos você terá consciência de onde e como está utilizando seu tempo e poderá se organizar melhor.

Dicas para se organizar e ter mais tempo :

  • Use um método de organização e acompanhamento que se adeque ao seu estilo (planilha excell, planilha no word, aplicativos como: técnica pomodoro, trello, mind map, etc).
  • Organize sua agenda, no dia anterior, antes de dormir.
  • Defina um tempo para a tarefa e foque somente nela. Durante a execução da tarefa, não abra e-mails, redes sociais, etc.
  • Use pautas para a chamada de reuniões, indicando o responsável, o assunto que será tratado, hora de início e hora de fim.
  • Encerre as reuniões com atas, onde estará indicado o plano de ação definido, prazo e responsáveis.
  • No trabalho e em casa, use “acordos” de convivência, indicando responsabilidades de cada um.
  • Utilize métodos de braistorm com a equipe.
  • Faça reuniões em pé, de 15 minutos, para tratar de um assunto específico.
  • Acorde 10 minutos mais cedo, para se alongar, relaxar e pensar como será seu dia.
  • Deixe a mesa do café e sua roupa do dia seguinte prontas, antes de dormir.

Não adianta reclamar da falta de tempo, o que temos que fazer é ação para termos consciência e mudar da maneira e ao nosso estilo. Como dizia Albert Einsten  “É uma total insanidade fazer as coisas do jeito que você sempre fez e esperar resultados diferentes.”

 

Cristina Gomes