Desenvolver Pessoas

Para desenvolver pessoas e talentos, entenda primeiro o que são Reskilling e Upskilling e como colocá-los em prática em sua gestão.

Estamos atravessando por transformações cada vez mais rápidas. O Fórum Econômico Mundial em Davos, através de pesquisa no Future of Jobs, concluiu que 42% das principais habilidades exigidas pelos empregos de hoje vão mudar até 2022. 

A importância de estar preparado para enfrentar desafios tão rápidos e nunca antes imaginados estão mais ágeis e profissionais tem a necessidade de desenvolver as habilidades certas para lidar com o novo, mesmo para que já está empregado ou para quem busca oportunidades de emprego.

Atualmente as palavras não muito conhecidas, quando se trata desse assunto, reskilling ou upskilling podem ser os melhores caminhos.

Derivados da palavra skill, ou habilidade, esses dois conceitos descrevem alternativas de desenvolvimento focados na capacitação e qualificação dos colaboradores.

Reskilling e upskilling são processos vantajosos tanto para o profissional quanto para as equipes e empresas que ele compõe, e também podem ser motivados pelas diferentes partes.

Upskilling e a importância da evolução constante

Quem busca crescimento na carreira de forma constante já está familiarizado com os diferentes níveis de experiência em determinadas áreas de atuação e exige aprendizado e desenvolvimento profissional contínuos.

Neste contexto, o upskilling diz respeito ao processo de aprimoramento das competências e conhecimentos que o profissional já possui na função que desempenha. O foco está na importância de desenvolver habilidades em que já se possui um certo domínio, para aumentar as possibilidades de agregar valor para si mesmo, sua equipe e a empresa da qual faz parte.

As vantagens de investir no upskilling incluem a otimização do tempo gasto nas tarefas desempenhadas, maior qualidade nas entregas e visão mais analítica sobre os resultados.  

Reskilling como oportunidade de reajuste de rota profissional

Na era da transformação digital, novos conceitos, ferramentas e modelos de negócio surgem a todo momento. Essa verdadeira revolução influencia diretamente as habilidades exigidas para as profissões e as necessidades do mercado.

Segundo um estudo da Dell Technologies em parceria com o Institute For The Future (IFTF), 85% das profissões que existirão em 2030 ainda não foram criadas.

Além disso, uma pesquisa realizada pela empresa de consultoria McKinsey & Company identificou que 87% das empresas não possuem o profissional necessário para o futuro e 9 em cada 10 líderes já enfrentam a falta de habilidades em algumas áreas.

O reskilling se apresenta como uma oportunidade de preencher as lacunas existentes no mercado e ainda desenvolver competências dos profissionais que podem ser melhor aproveitadas em áreas diferentes das quais eles atuam. 

Esse método pode ser utilizado por profissionais que desejam mudar sua rota profissional ou ganhar maior versatilidade no trabalho.

Ainda é comum que a própria empresa identifique colaboradores que apresentam características para performar melhor em outras funções e setores da organização, sejam eles novos ou já existentes.

Como aplicar o reskilling e o upskilling na sua empresa

As empresas que trabalham para se manter inovadoras e atualizadas já estão se preocupando com o futuro do trabalho. No centro dessa estratégia estão os profissionais de Recursos Humanos, responsáveis por fazer a ponte entre a organização e seus colaboradores. 

Uma das atribuições dos RHs é justamente o treinamento e desenvolvimento dos demais setores da empresa. Portanto, fica sob sua responsabilidade, juntamente com a liderança dos times, desenvolver um planejamento estratégico para identificar as necessidades e oportunidades de reskilling e upskilling entre os colaboradores.

No entanto, a decisão inicial deve partir do próprio profissional. Dentro ou fora de uma empresa, está em suas mãos a opção de assumir o protagonismo de sua carreira, sabendo o momento de evoluir dentro de sua área de atuação ou até de buscar uma nova direção para seguir.

Quer ter clareza do futuro próximo para sua carreira? Clique aqui e preencha a aplicação para avaliar se este é seu momento para se preparar.  

Qual a relação do autodesenvolvimento com resultados organizacionais

Você sabia que o autodesenvolvimento está diretamente relacionado com o seu desempenho profissional?

Isso mesmo! A partir do momento em que você se conhece melhor, passa a identificar e entender o que precisa fazer para conseguir ultrapassar barreiras e superar seus limites para se desenvolver profissionalmente.

Sua sabedoria pessoal te ajuda a evoluir em sua carreira e em qualquer outro aspecto da sua vida. Esse processo contínuo de autodesenvolvimento lhe permite ainda, se adaptar com facilidade à diversas mudanças que são comuns ao longo da vida.

Ficou interessado e deseja saber mais sobre o assunto? Então continue sua leitura e entenda de que forma o autodesenvolvimento pode contribuir positivamente para seus resultados organizacionais. Confira!

Autodesenvolvimento e resultados organizacionais – Entenda a importância dessa relação

Um profissional que deseja garantir bons resultados em sua carreira, precisa desenvolver habilidades para solucionar os desafios comuns no seu ambiente de trabalho. Para isso, é crucial que ele tenha a capacidade de se autodesenvolver.

Isso porque, aqueles que detêm essa capacidade, conseguem naturalmente sair da sua zona de conforto e buscar por fatos novos que lhe ajudam a crescer e atingir um desempenho cada vez melhor em sua carreira.

Além disso, pessoas com capacidade de autodesenvolvimento também possuem a habilidade de avaliar de forma precisa as exigências de sua profissão, assim como as do mercado de trabalho. 

E é justamente devido a características específicas como esta, que suas chances de alcançar bons resultados organizacionais e ser bem-sucedido na carreira são maiores. Quem se autodesenvolve, também desfruta de outros ganhos em sua vida, como aumento de motivação, maior satisfação consigo mesmo, autocontrole sobre as emoções, mais empatia entre outras coisas.

Como conquistar o autodesenvolvimento

Basicamente, existem algumas formas que você pode adotar para conquistar o autodesenvolvimento e alcançar um melhor desempenho no seu ambiente de trabalho. E a primeira delas é:

·      Não se acomode 

Se você deseja se autodesenvolver para garantir resultados melhores no trabalho ou mesmo em sua vida pessoal, uma das primeiras recomendações é procurar desafios.

Afinal de contas, não tem como a mudança que você deseja acontecer, se continuar fazendo as mesmas coisas e permanecer em sua zona de conforto. Para obter resultados diferentes, você precisa adotar atitudes diferentes.

Sendo assim, procure quebrar padrões e vá em busca de novos desafios para sua carreira ou estilo de vida. Dessa forma, você estará contribuindo para o seu progresso, não só enquanto pessoa, mas também em sua carreira profissional.

·      Faça uma análise sincera sobre si mesmo

O mundo está em constante mudança. E com o ser humano acontece a mesma coisa. Por isso, se você quer atingir o autodesenvolvimento, precisa sair do ponto A e ir para o ponto B.

Mas, antes disso, procure fazer uma análise sincera sobre como está sua vida e o que você almeja para o seu futuro. Além disso, essa autoanálise vai permitir que você veja com mais clareza quais são as suas qualidades. E o que você precisa melhorar para a mudança acontecer na sua vida e carreira.

·      Coloque seus planos em prática

Não fique apenas no mundo das ideias e do planejamento. Procure colocar em prática todas as metas que você traçou e tire seus objetivos do papel.

Você precisa fazer com que eles aconteçam e sejam uma realidade em sua vida. Inclusive, é nesse ponto que muitos preferem procrastinar e acabam falhando no seu autodesenvolvimento.

Não faça parte desse grupo. Se por ventura sentir dificuldade em direcionar seus planos para um autodesenvolvimento ou até mesmo de definir os passos que precisa dar para que isso aconteça conforme deseja, busque ajuda especializada, como o coaching, por exemplo.

Entenda que, independentemente de suas decisões, o tempo continua a correr. Então, busque as mudanças necessárias para garantir a evolução da sua carreira e vida pessoal!

Crie uma rotina produtiva para 2021 com 6 disciplinas simples

Em um cenário tão competitivo como no mercado de trabalho, a produtividade é, sem dúvida, um dos principais fatores para a sobrevivência de qualquer profissional. Porém, muitas vezes nos deparamos com pouco tempo para executar todas as atividades que precisamos e a sensação de improdutividade é quase inevitável. Então a dúvida que surge quase sempre é sobre como criar uma rotina produtiva para 2021.

Se você também se faz esse questionamento, saiba que mesmo diante de uma rotina atarefada e com muitas responsabilidades para cumprir, é possível sim manter sua produtividade em alta. Mas, para isso, você deve aplicar algumas disciplinas. E a primeira delas é:

1. Planeje seu tempo com antecedência 

Uma gestão de tempo ineficiente representa um dos principais vilões da produtividade. Por isso, é importante que você planeje sua rotina de trabalho com antecedência, seja considerando o que precisa fazer no dia ou durante a semana.

Defina a quantidade de horas que irá dedicar em cada tarefa, assim como estabelecer metas diárias. E o mais importante, não deixe de cumpri-las. Do contrário, além da falta de produtividade, você só estará criando mais um problema para sua vida, a procrastinação.

2. Mantenha o seu ambiente de trabalho organizado e aprenda como criar uma rotina produtiva

Ser produtivo é algo que também está associado a organização do nosso ambiente de trabalho. Ao manter o espaço em ordem, você evita desperdiçar tempo, buscando documentos, pastas, relatórios, dados ou qualquer outro elemento que viabilize a sua rotina de trabalho.

Sendo assim, se você quer otimizar tempo e tornar sua rotina mais produtiva, sempre ao final de cada expediente, procure deixar seu local de trabalho organizado. 

Separe as tarefas mais urgentes e demais itens que irá precisar no dia seguinte em um espaço a parte. Assim, no dia seguinte, você já pode iniciar suas atividades priorizando o que é mais importante. E não correrá o risco de deixar alguma pendência.

3. Gerencie as suas pausas

Como ninguém é de ferro, uma pausa no trabalho é sempre necessária, além de ser uma prática produtiva e saudável. Porém, o problema é quando essa pausa se estende por um longo período e as obrigações acabam sendo deixadas de lado.

Então, a terceira dica sobre como criar uma rotina produtiva para 2021 é gerenciar a sua pausa. Ou seja, você precisa definir um tempo de descanso. Assim você pode levantar, relaxar e dar uma conferida nas redes sociais sem peso na consciência.

4. Evite ser multitarefa 

Segundo a pesquisa da American Psychological Association, ficar alternando entre as tarefas ao invés de focar em uma de cada vez, gera um gasto de tempo 40% maior na rotina de trabalho. E embora a sensação seja de dar conta de tudo, na verdade você acaba fazendo as tarefas sem o foco necessário e muitas vezes sem a qualidade que precisa.

Para não cair nesta armadilha, você deve determinar as suas prioridades. E separar um tempo suficiente para concluir cada tarefa, sem alterna-las.  

5. Faça primeiro as tarefas chatas

As vezes precisamos lidar com tarefas não tão agradáveis, porém necessárias. A saída para muitos é ficar adiando e adiando, o que acaba criando espaços para a procrastinação, um hábito que além de ser desestimulante, é totalmenteimprodutivo. E não é isso que você deseja, certo?!

Para que isso não ocorra com você, a dica é que você dê prioridade as tarefas chatas e depois trabalhe nas demais. Ou seja, torne as tarefas chatas a primeira função do seu dia de trabalho.

6. Anote as suas ideias

Sabe aquele momento em que você está trabalhando e do nada surge uma grande ideia na sua cabeça? A tentação é parar tudo que você está fazendo e correr para desenvolve-la certo?

Anotar os rompantes criativos é necessário, mas também pode ser algo improdutivo. Por isso, a dica é que você anote as ideias, mas não pare com as atividades que estavam em andamento. Dessa forma, você pode concluir as suas obrigações no tempo estabelecido e desenvolver suas ideias mais tarde e com mais calma.

Adotando as disciplinas acima certamente você terá condições de melhorar sua produtividade, tanto na vida pessoal, quanto na rotina de trabalho!

Gostou? Deixe seu like ou comentário aqui no blog ou compartilhe outra disciplina que funciona para você. 

3 maneiras para ter mais foco e atenção em 2021

Com a Pandemia, muitas pessoas acabaram ficando sobrecarregadas mentalmente, seja por conta do estresse gerado pelo isolamento social, ou mesmo devido aos problemas e mudanças sofridas na rotina do dia a dia. Diante deste cenário, a dúvida que muitos apresentam é sobre como ter mais foco e atenção nos aspectos mais importantes de nossa vida no ano de 2021.

Se você tem dificuldade para se concentrar em pleno a este momento de incerteza ou então em qualquer outra circunstância, saiba que é possível encontrar espaços em sua rotina que levam a sua mente a um maior período de concentração, reduzindo gradualmente as distrações.

Quer saber como fazer isso? Então continue sua leitura e confira as 3 principais maneiras para ter mais foco e atenção neste ano que se inicia.

1. Priorize os trabalhos que exigem mais atenção

Geralmente nossa capacidade de focar em algo tende a mudar ao longo do dia. Ou seja, existem períodos do dia em que nossa concentração está maior. Por outro lado, existem momentos em que qualquer coisa, por mais simples que seja, já é motivo para distração.

Então, mesmo estando com muitas atividades por fazer, uma excelente dica para ter mais foco em 2021 é buscar executar primeiro as atividades que exigem uma atenção maior de você. Selecione o período do dia em que o seu nível de concentração é maior e faça neste momento as atividades que requerem mais foco da sua parte.

2. Treine seu cérebro e evite distrações

Pesquisas mostram que a forma mais eficiente de ter mais foco e atenção é, após concentrar-se por um determinado período fazendo algo, você deve efetuar uma pausa e somente depois disso voltar a se concentrar no que estava fazendo.

Por exemplo, se você precisa criar um relatório de trabalho dentro de uma hora, ao invés de passar todo esse tempo tentando focar nessa atividade e muitas não ter sucesso, você divide seu tempo em 4 blocos de 10 minutos cada para produzir o relatório. E entre um bloco e outro faz um intervalo de 5 minutos.

Dessa forma, fazendo essa gestão de tempo, você treina seu cérebro para combater distrações. E dá o descanso necessário para que ele consiga ter insights mais intensos e focar no que é de fato importante.

3. Estimule a química do seu cérebro e aprenda como ter mais foco e atenção

Em nosso cérebro existem neurotransmissores capazes de interferir em diferentes aspectos da nossa vida. E no que diz respeito ao foco e atenção não é diferente.

A dopamina e norepinefrina são neurotransmissores que estão diretamente associados ao nosso estado de alerta e concentração. E uma das formas de estimula-los é buscar por inovações no seu dia a dia. Como fazer isso?

Você pode, por exemplo, adotar abordagens de trabalhos diferentes. Ou se preferir pode ainda criar espaços de trabalhos distintos para os diferentes tipos de atividades que você desenvolve.

Em outras palavras, o ideal para saber como ter mais foco e atenção em 2021 é experimentar novas maneiras de fazer as mesmas atividades que você executa no seu cotidiano.

Lembre-se que manter o foco em algo não se trata apenas de conseguir ou não realizar algo. Mas outros fatores também influenciam para o seu bom desempenho, como seu estado de espirito, o ambiente e tudo mais que está acontecendo a sua volta.

Portanto, adote estas 3 maneiras no seu dia a dia e maximize o seu foco e atenção, garantindo uma melhor performance. Tanto no âmbito pessoal quanto profissional!

Gostou do post? Então aproveite para conferir também o artigo sobre como criar um melhor normal para sua organização!